Ver:

 Temas
 Enfermidades





RSS Diário da Saúde

Twitter do Diário da Saúde

12/04/2013

População mundial deverá se estabilizar em 2050

Redação do Diário da Saúde
População mundial deverá se estabilizar em 2050
O estudo produziu um resultado similar ao melhor caso previsto pela ONU - linha inferior - quando a população mundial deverá diminuir em mais de meio bilhão de pessoas neste século.[Imagem: UN]

Superpopulação humana

A Terra não será devastada pela superpopulação humana.

É o que garantem Félix Muñoz e seus colegas da Universidade Autônoma de Madri (Espanha).

A equipe de Muñoz desenvolveu um modelo do crescimento da população global que concluiu a população mundial deverá se estabilizar por volta do ano 2050.

E a estabilização deverá se dar em um número menor do que a população atual da Terra, ao redor dos 6 bilhões de pessoas - segundo as estimativas da ONU, a Terra possui hoje cerca de 7 bilhões de habitantes.

Segundo os modelos da própria ONU, em 2100 a Terra poderá ter entre 15,8 bilhões e 6,2 bilhões de habitantes, dependendo do nível de fertilidade da população - alta fertilidade na primeira projeção e baixa fertilidade na segunda.

Gaia

A equipe considerou a Terra como um sistema fechado e finito, onde a migração de pessoas dentro do sistema não tem impacto e onde vale o princípio fundamental da conservação de massa - biomassa, neste caso - e energia.

"Este é um modelo que descreve a evolução de um sistema de dois níveis em que há uma probabilidade de passar de um nível para o outro," diz Muñoz.

Nesse princípio, as variáveis que impõem os limites superior e inferior da população são as taxas de nascimento e de mortalidade.

Os dados têm mostrado um aumento na expectativa de vida da população, o que aponta para um maior número de habitantes.

Por outro lado, as taxas de fertilidade têm caído sistematicamente ao longo das últimas décadas.

O estudo produziu como resultado uma curva em formato de S deitado, com um ponto de inflexão nos anos 1980, quando a velocidade de crescimento populacional começa a declinar até se estabilizar, por volta de 2050.

Mas pode ser que o declínio seja maior do que o modelo prevê.

"Este trabalho é outro aspecto a ser levado em consideração no debate, embora não tenhamos lidado com as consequências significativas - econômicas, demográficas e políticas - que a estabilização e o envelhecimento da população mundial poderia acarretar," concluem os pesquisadores.


Ver mais notícias sobre os temas:

Qualidade de Vida

Gravidez

Trabalho e Emprego

Ver todos os temas

Mais lidas na semana:

Dor de cabeça: Conheça aquelas que exigem tratamento

Vacina contra dengue pode fazer mais mal que bem em alguns locais

Os muitos mitos sobre as Dores nas Costas

Medicamento desenvolvido no Brasil combate origem da hipertensão

Carne vermelha todo dia faz mal? Especificamente que mal?