Por que tantos pais estão jogando Pokémon GO com seus filhos?

Por que tanto pais estão jogando Pokémon GO com seus filhos?
O gosto dos pais pelo Pokémon Go parece ter pouco a ver com o jogo em si.
[Imagem: Univ.Washington]

Jogo em família

Pais que jogam Pokémon GO junto com os seus filhos relatam uma série de vantagens além do simples prazer de jogar, incluindo mais exercícios físicos, mais tempo gasto ao ar livre e mais oportunidades para estreitar os laços familiares.

Os pais e mães afirmam que a natureza interativa e móvel do jogo - em que os jogadores capturam criaturas fictícias no celular encontrando-os em pontos aleatórios do mundo real - os fez sentirem-se melhor em participar nesse tipo de jogo, ao contrário de formas mais sedentárias, que envolvem ficar sentado em frente a uma tela.

Alguns pais também relataram sentimentos de culpa quanto a um tempo aparentemente excessivo no jogo, o que os levou a estabelecer limites para impedir que as crianças se tornem tão absorvidas no jogo que fujam de suas responsabilidades - além de ignorar carros ou outros perigos do mundo real quando estão desacompanhadas.

As regras incluíram estabelecer restrições de tempo no jogo, exigir que as crianças fizessem as tarefas escolares ou trabalhos domésticos primeiro, ou desligar o celular se as crianças não interrompessem o jogo quando solicitadas.

Tempo com a família

Mesmo com essas regras, muitos pais - particularmente mães de rapazes, pais de meninas e pais de crianças adolescentes - relataram dedicar mais tempo de qualidade com seus filhos como resultado de jogar "Pokémon GO" juntos e conversarem mais do que o habitual, tanto sobre o jogo em si como sobre outros assuntos pessoais.

Ou seja, o gosto dos pais pelo jogo parece ter pouco a ver com o jogo em si.

Os pais também valorizaram como o jogo motivou tanto seus filhos como a eles próprios para saírem mais e exercitar-se de modos convenientes e que se encaixam em suas vidas. Muitos relataram que seus filhos passaram a mostrar mais entusiasmo em levar o cachorro para passear ou ir andando para restaurantes e locais de diversão.

Segundo cálculos não precisos fornecidos pelos pais, suas "Poké-caminhadas" levaram a milhares de passos a mais por dia - um pai relatou que sua filha de 11 anos havia perdido 12 quilos.

Muitos pais também afirmaram se sentir melhor ao liberar o Pokémon GO para seus filhos, em comparação com outras formas de tempo na tela, porque isso os motivava a sair ao ar livre.

"Isto é algo realmente muito difícil de lidar - como fazer com que diferentes gerações gostem de um jogo, mesmo que por razões diferentes. Esses projetistas conseguiram capitalizar uma franquia antiga com um apelo a todos, desde usuários casuais de celulares até jogadores sérios e crianças," disse Kiley Sobel, da Universidade de Washington (EUA), responsável pelo estudo.


Ver mais notícias sobre os temas:

Relacionamentos entre Pais e Filhos

Diversão

Emoções

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2017 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.