Para parecer poderoso, ponha as mãos, não os pés, sobre a mesa

Para parecer poderoso, ponha as mãos, não os pés sobre a mesa
Outra possibilidade é deixar as representações de lado e tentar ser um verdadeiro líder, angariando respeito não pelo que você aparenta, mas pelo que você é na realidade.
[Imagem: University of Buffalo]

A conexão que se assumia haver entre posturas corporais expansivas e o poder não é fixa, mas depende do tipo de postura e da cultura das pessoas envolvidas.

Pesquisadores realizaram quatro testes diferentes com mais de 600 homens e mulheres nascidos nos EUA ou na Ásia (China, Coreia do Sul e Japão) a fim de examinar a experiência psicológica de ver e aprovar posturas corporais expansivas ou restritivas (marcadas por uma espécie de "encolhimento").

As posturas expansivas pesquisadas foram:

  • Pose mãos-espalhadas-sobre-a-mesa, ou seja, ficar de pé e inclinar-se com as mãos apoiadas na mesa e afastadas uma da outra.
  • Pose expansiva de pé, ou seja, apoiar-se no tornozelo de uma perna com um braço no apoio da cadeira e a outra mão sobre a mesa.
  • Pose expansiva pés-sobre-a-mesa, ou seja, sentado na cadeira inclinada para trás, com os pés em cima da mesa, as mãos colocadas na nuca com os dedos entrelaçados e os cotovelos totalmente abertos.

"Em quatro testes, o efeito de cada postura dos participantes foi avaliada em comparação com uma postura corporal restritiva, ou seja, sentado com as mãos sob as coxas e de pé com os braços cruzados," conta Lora Park, da Universidade de Buffalo (EUA), idealizadora da comparação.

Melhor pose para impressionar

O teste 1 revelou que a pose pés-sobre-a-mesa foi percebida tanto por norte-americanos quanto pelos asiáticos como menos consistente com as normas culturais de modéstia, humildade e moderação.

Os testes 2a e 2b revelaram que tanto os norte-americanos quanto os asiáticos associam as posturas mãos-espalhadas-sobre-a-mesa e expansiva de pé com maiores sentimentos de poder (por exemplo, responsável, forte, dominante etc).

O teste 3 revelou que a pose pés-sobre-a-mesa invoca sensações de poder e a ativação implícita de conceitos relacionados com o poder entre os norte-americanos, mas não entre os asiáticos.

Finalmente, o teste 4 revelou que a postura pés-sobre-a-mesa leva a comportamentos de aceitar maiores riscos entre os norte-americanos, mas não entre as pessoas do Leste Asiático.

"No geral, estes resultados sugerem que as posturas expansivas têm efeitos tanto universais quanto culturalmente específicos sobre os pensamentos, os sentimentos e os comportamentos das pessoas," resumiu Park.

Sem representações

Assim, quando quiser impressionar, é melhor evitar colocar os pés sobre a mesa - as mãos sobre a mesa dão resultado melhor se o assunto é mostrar-se poderoso.

Outra possibilidade é deixar as representações de lado e tentar ser um verdadeiro líder, angariando respeito não pelo que você aparenta, mas pelo que você é na realidade.


Ver mais notícias sobre os temas:

Trabalho e Emprego

Educação

Ética

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.