Quanto ômega-3 é necessário para evitar doenças cardiovasculares?

Quanto omega-3 é necessário para evitar doenças cardiovasculares?
É melhor ficar com uma dieta que contenha ômega 3, como peixes, em vez de correr para buscar um frasco de suplementos na farmácia.
[Imagem: Gérard Cohen]

Ácido protetor

Uma equipe de cientistas franceses descobriu a dose de DHA - ácido docohexaenóico - mais conhecido como ômega-3, que é exatamente suficiente para prevenir as doenças cardiovasculares em adultos saudáveis.

Os cientistas comprovaram que uma dose diária de 200 mg de DHA é suficiente para afetar os marcadores biológicos que assinalam problemas cardiovasculares, como os relacionados com o envelhecimento, a aterosclerose e o diabetes.

A pesquisa foi publicada no exemplar de Setembro na revista médica The FASEB Journal.

"Este estudo mostra que a consumo regular de pequenas doses de ômega-3 melhora o estado de saúde das pessoas, especialmente com relação às funções cardiovasculares," diz o Dr. Michel Lagarde, um dos autores do estudo.

Dose ótima de ômega-3

Para determinar a dose ótima do ácido docohexaenóico a ser ingerido diariamente, o Dr. Lagarde e seus colegas analisaram os efeitos da ingestão de doses crescentes de DHA em voluntários com idades entre 53 e 65 anos.

Os voluntários consumiram doses de DHA de 200, 400, 800 e 1600 mg por dia durante duas semanas, em semanas separadas para cada dose. As dietas foram controladas para que o DHA ingerido fosse a única fonte de ômega-3 dos participantes.

Foram coletadas amostras de urina e sangue antes e depois de cada período - equivalente à ingestão de cada dosagem - e depois de oito semanas depois que a suplementação de DHA foi interrompida. Os pesquisadores então analisaram todas as amostras em busca dos marcadores que indicam os efeitos de cada dose.

Os resultados mostram que a dose de 200 mg é suficiente para ativar todos os marcadores. Não foram notados ganhos com as doses maiores.

Alimentação rica em ômega-3

"Agora que nós sabemos a quantidade exata de DHA que é suficiente, o próximo passo é fazer um teste clínico que envolva um número maior de voluntários. Até lá, é melhor ficar com uma dieta que contenha ômega-3, como peixes, em vez de correr para buscar um frasco de suplementos na farmácia," alerta o Dr. Gerald Weissmann, que comentou o artigo publicado.

Veja outras notícias sobre ômega-3.


Ver mais notícias sobre os temas:

Prevenção

Alimentação e Nutrição

Coração

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2017 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.