Radiação nuclear de Fukushima gera nódulos na tireoide de crianças

Radiação na tireoide

Aproximadamente 38 mil crianças e adolescentes que vivem na região de Fukushima, no Norte do Japão, foram submetidas a testes para verificação do funcionamento da tiroide.

Em 36% das crianças examinadas foram identificados nódulos, embora ainda não tenham sido confirmados tumores malignos.

Especialistas haviam advertido que o iodo radioativo liberado pela usina durante os acidentes nucleares de 2011 poderá se acumular nas glândulas tireoides das crianças, aumentando os ricos de câncer.

Piores acidentes nucleares da história

Em março de 2011, a região de Fukushima foi atingida por um terremoto seguido de tsunami.

A usina Fukushima Daiichi foi palco de um dos piores acidentes nucleares de toda a história, comparável às catástrofes de Three Mile Islands (EUA, 1979) e Chernobyl (Ucrânia, 1986).

Mais de 52 mil pessoas ainda estão fora de suas casas em um raio de 20 quilômetros ao redor da usina.

O acidente levou o governo japonês a desligar todas as suas centrais nucleares.

Novos exames

Estão previstos novos exames nas crianças da região em março de 2013.

Serão realizados novos testes em 4,5 mil crianças e adolescentes, em três províncias vizinhas de Fukushima.


Ver mais notícias sobre os temas:

Contaminação

Exames

Poluição

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.