Reprimir emoções no trabalho pode levar à depressão

Repressão das emoções

As pessoas que precisam reprimir suas emoções por motivos profissionais podem acabar desenvolvendo depressão e outros problemas de saúde, sugere um estudo realizado na Universidade de Frankfurt, na Alemanha.

"Essa atitude é prejudicial ao coração e pode causar problemas psiquiátricos como a depressão", explicou Dieter Zapf, autor do estudo, à BBC Brasil. "Quanto mais uma pessoa reprime seus sentimentos, mais risco ela corre."

Atendentes de telemarketing

Zapf analisou dois grupos de estudantes que eram funcionários de um centro de telemarketing - o primeiro deveria ser sempre cordial ao telefone, enquanto o segundo poderia rebater as críticas dos clientes.

Analisando o batimento cardíaco dos participantes dos dois grupos, o pesquisador descobriu que aqueles que foram orientados a serem cordiais registraram um ritmo cardíaco bem mais acelerado do que os outros participantes, que não precisaram reprimir seus sentimentos.

Vazão às emoções

"A dissonância entre o que uma pessoa sente e o que ela exprime acaba causando uma grande fadiga emocional", alerta o professor. Zapf ressalta ainda que a tensão causada pelo riso forçado pode provocar outros problemas, como insônia, dores de cabeça e aumento da ansiedade.

O pesquisador recomenda que profissionais que trabalham em contato permanente com o público façam pausas regulares para dar vazão às suas emoções. Além disso, ele aconselha que esses funcionários mudem de setor sempre que possível para evitar o estresse.


Ver mais notícias sobre os temas:

Emoções

Trabalho e Emprego

Felicidade

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.