Retina artificial biológica traz esperança de implante biônico

Retina artificial biológica traz esperança de implante biônico
Cada gota de hidrogel funciona como um píxel da retina artificial.
[Imagem: Oxford University]

Artificial, quase biológica

Uma retina artificial feita com um tecido sintético macio está trazendo novas esperanças para pessoas com deficiência visual.

Até agora, todas as pesquisas com retinas artificiais vinham usando somente materiais rígidos, duros.

Vanessa Schild, da Universidade de Oxford (Reino Unido), foi a primeira pesquisadora a utilizar com sucesso tecidos biológicos sintéticos - portanto macios -, totalmente desenvolvidos em laboratório.

A expectativa é que o material revolucione a indústria de implantes biônicos e o desenvolvimento de novas tecnologias menos invasivas ao usar materiais que se assemelham aos tecidos do corpo humano, ajudando a tratar condições degenerativas oculares, como a retinite pigmentosa.

Retina artificial

Vanessa desenvolveu uma nova retina sintética, de dupla camada, que imita muito bem o processo natural da retina humana. A réplica consiste de gotas de hidrogéis e proteínas da membrana celular biológica. Projetada de forma similar ao sensor de uma câmera, as células funcionam como píxeis, detectando e reagindo à luz para criar uma imagem.

"O material sintético pode gerar sinais elétricos, que estimulam os neurônios na parte de trás do olho, exatamente como a retina original," disse ela.

Embora a retina artificial tenha sido testada apenas em condições de laboratório até agora, a pesquisadora já tem prontos os planos para demonstrar seu funcionamento como um implante biônico em animais de laboratório.

O protótipo funciona em escalas de cinza, mas é capaz de gerar imagens mais nítidas do que as meras diferenças entre claro e escuro dos protótipos similares.


Ver mais notícias sobre os temas:

Biotecnologia

Olhos e Visão

Implantes

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2017 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.