Satisfação no namoro e satisfação no casamento seguem critérios diferentes

Satisfação no namoro e satisfação no casamento têm critérios diferentes

[Imagem: Jason Hutchens/Wikimedia Commons]

Reflexões antes de se casar

Casais apaixonados cujos sonhos incluem o casamento fazem muito bem em dar um passo atrás e refletir sobre o tipo de apoio que eles necessitarão de seus parceiros depois que selarem o compromisso.

Esta é a conclusão de um estudo feito por pesquisadores da Universidade Northwestern (EUA) e que será publicado no exemplar de Julho do jornal Psychological Science.

Sonhos e responsabilidades

Será que o parceiro que dará apoio às suas esperanças e aspirações depois de casados também lhe ajudará a assumir as responsabilidades e obrigações que vêm com o casamento?

A resposta a esta questão pode fazer a diferença quanto à satisfação que você experimentará depois que tiver colocado as alianças, afirmam os pesquisadores.

Acreditar que o parceiro estará lá para lhe ajudar a crescer e se tornar a pessoa que você deseja se tornar é um forte indicativo da satisfação que o relacionamento trará, mostra o estudo. Mas a história muda um pouco depois do casamento, com o foco passando mais para o apoio a assumir as obrigações diárias.

Satisfação com o namoro versus satisfação com o casamento

Para os casais de namorados, o relacionamento tende a girar em torno de um ritmo próprio que assinala que ele está "progredindo" e se tornando mais forte. A felicidade com um parceiro depende da expectativa de que o relacionamento irá crescer rumo a algo mais sério, e se o parceiro irá ajudar a conquistar os sonhos que cada um dos dois alimenta.

Para os casais já casados, a sensação de que os parceiros estão ajudando a avançar seus relacionamento e atingir seus ideais ainda é importante. Mas o relacionamento entre marido e esposa, agora mais interconectados tanto prática quanto psicologicamente, tende a girar em torno dos compromissos assumidos com seus parceiros.

"Em outras palavras, o sentimento de estar sendo amado e apoiado que as pessoas usam para julgar quem é um bom namorado ou namorada pode não ser completamente válido na decisão de quem faz um bom marido ou esposa," diz Daniel Molden, um dos autores do estudo. "Esses sentimentos podem capturar apenas parcialmente as emoções que irão determinar sua satisfação com a pessoa com quem você se casa."

Por que tantos casamentos não dão certo

Segundo Molden, essas descobertas podem ser importantes para explicar porque tantos casamentos não dão certo.

Pesquisas anteriores demonstraram uma forte conexão entre as expectativas quanto ao apoio dos parceiros e a satisfação com o relacionamento futuro, mas não analisaram as diferenças entre casais de namorados versus casais já casados.

Ao identificar as diferentes formas pelas quais as pessoas se sentem apoiadas pelos seus parceiros o novo estudo avança em relação aos estudos anteriores, mostrando que o apoio para sustentar as responsabilidades assumidas parece ser importante para a satisfação somente depois do casamento.

"As pessoas que planejam se casar devem pensar não apenas como seus parceiros apoiam o sonhos que eles desejam realizar, mas também sobre como seus parceiros ajudam a atender aos compromissos que eles se sentem obrigados a cumprir," diz Molden. "Assim poderemos ter tanto casamentos mais felizes quanto pessoas mais satisfeitas em geral."


Ver mais notícias sobre os temas:

Relacionamentos

Felicidade

Emoções

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.