Ver:

 Temas
 Enfermidades





RSS Diário da Saúde

Twitter do Diário da Saúde

11/12/2012

Sexo casual na adolescência pode levar à depressão

Redação do Diário da Saúde
Sexo casual na adolescência pode levar à depressão
O estudo fornece evidências de que o "contexto é a chave" quando se tenta entender como os relacionamentos entre os adolescentes e o sexo afetam seu bem-estar. [Imagem: Wikipedia/Muramasa]

Sexo não-romântico

Adolescentes que apenas "ficam", sexualmente falando, têm maior risco de depressão.

O estudo não encontrou sinais de depressão entre aqueles que fazem sexo em relacionamentos estáveis.

Tampouco houve sinais de depressão entre aqueles que "ficam" sem prática do ato sexual.

Os adolescentes que praticaram sexo casual - ou sexo não-romântico - apresentaram riscos de depressão de nível clínico três vezes maior do que seus colegas de relacionamento estável.

Sexualidade na adolescência

O estudo fornece evidências de que o "contexto é a chave" quando se tenta entender como os relacionamentos entre os adolescentes e o sexo afetam seu bem-estar.

"Muitas abordagens históricas e na mídia têm apresentado a sexualidade na adolescência como um indicador de comportamento problemático ou mesmo socialmente depravado," comenta Jane Mendle, da Universidade de Cornell (EUA).

"Mas este estudo e outras descobertas recentes estão mostrando que as coisas não são bem assim, e o namoro e a sexualidade adolescentes podem ser vistos como um comportamento desenvolvimental normal," propõe a autora do estudo.

Depressão e sexo casual

Mendle e seus colegas idealizaram o estudo para tentar isolar os muitos fatores que podem contribuir para a depressão entre os adolescentes.

"Isto nos permitiu comparar tipos específicos de atividades sociais - neste caso, namoro e sexo romântico e não-romântico - para ver o efeito de cada um no geral," explicou ela.

Os dados indicaram uma forte correlação entre o sexual casual, ou não-romântico, e a depressão, mesmo depois de eliminadas as influências do ambiente e da família.

Os pesquisadores, contudo, ressaltam que não é possível estabelecer uma causalidade, ou seja, eles não podem garantir que o sexo não-romântico leve à depressão, ou se, ao contrário, são os comportamentos depressivos que levam ao sexo casual.


Ver mais notícias sobre os temas:

Sexualidade

Educação

Relacionamentos

Ver todos os temas

Mais lidas na semana:

O que é melhor: Meditação ou Férias?

Os muitos mitos sobre as Dores nas Costas

Carne e barbatana de tubarão contêm altos níveis de neurotoxinas

Dor de cabeça: Conheça aquelas que exigem tratamento

Medicamento desenvolvido no Brasil combate origem da hipertensão