Ver:

 Temas
 Enfermidades





RSS Diário da Saúde

Twitter do Diário da Saúde

22/03/2013

Tempo e espaço: em que direção está o futuro?

Redação do Diário da Saúde
Tempo e espaço: em que direção está o futuro?
Ao contrário da teoria de Einstein, na qual o espaço e o tempo são mutuamente inseparáveis, na mente humana espaço e tempo estão entrelaçados.[Imagem: Wikimedia]

Tempo espacial

Todos gostamos de falar que o tempo voa, que ele não pára - enfim, nossas descrições do tempo estão sempre relacionadas como um movimento pelo espaço.

Um novo estudo mostrou que ilusões que influenciam a forma como nos movimentamos pelo espaço também influenciam nossa percepção do tempo.

Mas não se trata apenas de uma associação: nossa experiência do tempo e do espaço parecem estar muito mais ligadas do que se pensava.

Mas se tempo e espaço têm algo em comum, de onde vem o tempo? E para onde ele vai?

"Parece-nos que os psicólogos têm negligenciado o importante fato de que, na experiência diária, as pessoas não avaliam o passado e o futuro exatamente da mesma forma, disse Eugene Caruso, da Universidade de Chicago (EUA).

Direção do tempo

A partir de pesquisas sobre a percepção espacial, sabemos que as pessoas se sentem mais próximas de objetos rumo aos quais elas estão se movendo do que de objetos dos quais elas estão se afastando, mesmo se os objetos estiverem exatamente na mesma distância.

Como nossas percepções de tempo são baseadas nas nossas experiências de espaço, Caruso e seus colegas levantaram a hipótese de que a mesma ilusão poderia influenciar a forma como experimentamos o tempo, resultando no que eles chamam de um efeito Doppler temporal.

De fato, seus experimentos com estudantes em uma estação de trem mostraram que as pessoas acreditam que o tempo futuro - um mês ou um ano a partir de hoje - está mais próximo do que o mesmo tempo no passado.

Os cientistas então aprimoraram o experimento, colocando os estudantes em um ambiente de realidade virtual que permitia que eles se movimentassem enquanto avaliavam o tempo.

Somente os estudantes que caminhavam rumo a um objetivo continuaram sentindo o futuro mais próximo do que o passado.

Aqueles que acreditavam estar se movendo para longe do objetivo, não apresentaram o efeito Doppler temporal.

Rumo ao futuro

Estes resultados confirmam que nossas percepções de tempo são baseadas em nossas experiências de movimento através do espaço: nós tendemos a nos sentir mais próximos do futuro porque sentimos que estamos nos movendo em direção a ele.

O que vale dizer: em termos da direcionalidade do tempo, a maioria de nós acredita que o futuro está à nossa frente, e o passado atrás.

Isto confirma outras pesquisas, que fizeram o inverso, mostrando que pensar no futuro ou no passado nos move de verdade.

Há também relatos de pessoas que acreditam que o passado está para a direita e o futuro para a esquerda, ou vice-versa.


Ver mais notícias sobre os temas:

Mente

Educação

Espiritualidade

Ver todos os temas

Mais lidas na semana:

Vacina contra dengue pode fazer mais mal que bem em alguns locais

Dor de cabeça: Conheça aquelas que exigem tratamento

Os muitos mitos sobre as Dores nas Costas

Medicamento desenvolvido no Brasil combate origem da hipertensão

Carne vermelha todo dia faz mal? Especificamente que mal?