Comportamento humano pode ser classificado em quatro tipos básicos

Comportamento humano pode ser classificado em quatro tipos básicos
Embora o trabalho em equipe sincronize as emoções dos participantes, nem todos parecem ver a colaboração com os mesmos olhos.
[Imagem: MPI for Empirical Aesthetics]

Teoria dos jogos

Cientistas espanhóis garantem que 90% da população pode ser classificada em quatro tipos básicos de personalidade: otimista, pessimista, confiante e invejoso.

E o último desses quatro tipos, o invejoso, seria o mais comum, com 30% da população sendo enquadrada nessa classe, em comparação com 20% para cada um dos outros grupos.

A conclusão é baseada na análise de 541 voluntários que responderam a centenas de questões envolvendo dilemas sociais, com as opções para as respostas indicando colaboração ou conflito com os outros, com base em interesses individuais ou coletivos.

O trabalho é baseado na teoria dos jogos, um ramo da matemática que faz muito sucesso entre os sociólogos e os economistas, usada para analisar o comportamento das pessoas quando elas enfrentam um dilema e têm que tomar decisões no "estilo binário": ou isto ou aquilo.

Tipos básicos de personalidade

"Os voluntários foram convidados a participar em pares, e esses pares se alteravam não só a cada rodada, mas também cada vez que o jogo mudava. Então, a melhor opção poderia ser cooperar ou, por outro lado, opor-se ou trair... Desta forma, pudemos obter informações sobre o que as pessoas faziam em diferentes situações sociais," explicou Anxo Sánchez, membro da equipe que envolveu pesquisadores de quatro universidades espanholas.

Feito o "experimento social", os pesquisadores desenvolveram um algoritmo que classificou as pessoas de acordo com seu comportamento.

O algoritmo conseguiu alocar 90% dos voluntários em apenas quatro grupos:

  1. Invejosos: pessoas para as quais realmente não importa o que conseguem, contanto que sejam melhores que todos os outros - 30% dos voluntários foram classificados neste grupo.
  2. Otimistas: pessoas que acreditam que elas e seu parceiro farão a melhor escolha para ambos.
  3. Pessimistas: pessoas que selecionam a opção que veem como o menor dos males.
  4. Confiantes: pessoas que são colaboradoras natas e que sempre vão cooperar, não importando se vão ganhar ou perder.

Subgrupos

Emergiu também um quinto grupo, mais indefinido, representando cerca de 10% dos voluntários, com pessoas que não se enquadram bem em nenhum desses grupos por não apresentarem um comportamento claro.

Os pesquisadores argumentam que isso lhes permite inferir a existência de uma vasta gama de subgrupos compostos de indivíduos que não respondem de forma específica a qualquer um dos modelos descritos.

Os resultados foram publicados na revista Science Advances.


Ver mais notícias sobre os temas:

Comportamento

Emoções

Ética

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2017 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.