Descoberta técnica revolucionária para tratar câncer de olho

Radioterapia no olho

Raro, mas devastador, o câncer de olho pode atingir qualquer pessoa em qualquer momento.

Seu tratamento exige, na maior parte das vezes, o uso de radioterapia, o que deixa metade de todos os pacientes parcialmente cegos.

Mas uma nova técnica, desenvolvida pelo Dr. Oliver Scott, da Universidade do Colorado, nos Estados Unidos, pode mudar tudo isso.

Oliver descobriu que um óleo de silicone aplicado no interior do olho pode bloquear até 55 por cento das radiações nocivas, o suficiente para prevenir a cegueira na maioria dos pacientes que passam pela radioterapia.

Câncer de olho

A descoberta, publicada na revista Archives of Ophtalmology, pode revolucionar a forma como o câncer ocular é tratado.

"Se você recebe um diagnóstico de câncer de olho você quer saber 'Isso vai me matar? Isso vai me deixar cego?'", comenta Oliver. "Acredito que este tratamento irá permitir que você não apenas mantenha seu olho, mas também mantenha sua visão."

Oliver estudou o câncer conhecido como melanoma da coroide do olho, ou câncer uveal, a forma mais comum e mais perigosa de uma doença que atinge mais de 2.000 pessoas a cada ano.

Esse câncer do olho pode se espalhar rapidamente para o fígado e para os pulmões, frequentemente levando à morte. O câncer uveal pode ocorrer em pessoas de qualquer idade - pele clara e a exposição ao Sol são apontadas como uma das principais causas.

Os médicos tratam esse câncer de olho com uma técnica chamada braquiterapia de placa. Cirurgiões inserem uma cobertura de ouro contendo sementes radioativas na parte branca do olho. Durante uma semana, a radiação lentamente incinera o tumor - mas também provoca danos a longo prazo.

"A radiação prejudica os vasos sanguíneos e os nervos na parte de trás do olho," explica Oliver. "Metade de todos os pacientes fica clinicamente cega em três anos no olho tratado."

Silicone no olho

Oliver experimentou uma série de substâncias que poderiam bloquear a radiação, impedindo que ela atinja estruturas críticas, mas sem impedir que ela aja sobre o tumor.

O pesquisador descobriu que o óleo de silicone, já usado para tratar de descolamento de retina, é capaz de eliminar a maior parte das radiações nocivas.

"Você não tem que bloquear toda a radiação para proteger o olho, porque as estruturas vitais do olho podem tolerar doses baixas de radiação," disse ele.

Oliver fez experiências com olhos de cadáveres e testou o óleo em animais de laboratório, não encontrando efeitos secundários nocivos.

"Estamos agora no ponto em que podemos começar um ensaio clínico", disse ele. "Este é um desenvolvimento significativo na forma como tratamos essa doença. No passado, nós conseguíamos salvar o olho com a radiação, mas salvamos a visão apenas na metade dos casos. Com este tratamento, eu acredito que nós vamos fazer muito melhor no futuro."


Ver mais notícias sobre os temas:

Olhos e Visão

Câncer

Tratamentos

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2017 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.