Vacina contra obesidade alcança resultados magros

Somatostatina

Pesquisadores testaram em camundongos uma possível "vacina" para a perda de peso.

O experimento, feito com sucesso relativo, usou uma vacina à base de hormônios.

A somatostatina é um composto que inibe a ação do hormônio do crescimento (GH) e da IGF-1, uma proteína similar à insulina.

Os dois aumentam o metabolismo, resultando em perda de peso ou na redução do ganho de peso.

Inibição natural

O que os pesquisadores fizeram foi preparar uma vacina contendo uma somatostatina modificada, que faz com que o corpo gere anticorpos para a somatostatina natural.

Isso resultou na remoção da inibição natural, sem interferir diretamente com o hormônio do crescimento, resultando em um maior gasto energético e, consequentemente, na perda de peso.

Os efeitos não foram milagrosos, mostrando que os animais que tomaram a vacina tiveram uma redução de até 10% no peso corporal em comparação com animais que não tomaram a vacina - os dois grupos foram alimentados com dietas gordurosas.

Vacina contra obesidade

"Este estudo demonstra a possibilidade de tratar a obesidade com vacinação," defende Keith Haffer, um dos autores da pesquisa.

"Embora sejam necessários mais estudos para descobrir as implicações de longo prazo dessas vacinas, o tratamento da obesidade humana com vacinação poderia dar aos médicos uma alternativa sem medicamentos e sem cirurgia," concluiu.


Ver mais notícias sobre os temas:

Obesidade

Vacinas

Dietas e Emagrecimento

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.