Ver:

 Temas
 Enfermidades





RSS Diário da Saúde

Twitter do Diário da Saúde

09/09/2014

Vídeos do Youtube podem ajudar a salvar vidas?

Redação do Diário da Saúde

Vídeos de ressuscitação

Apenas uns poucos vídeos sobre ressuscitação cardiopulmonar e suporte básico de vida disponíveis no YouTube fornecem instruções que são coerentes com as orientações de saúde mais recentes.

A conclusão é de uma equipe de especialistas em Medicina de Emergência da Turquia, que analisou todos os vídeos e publicou os resultados na revista científica Emergency Medicine Australasia.

O reconhecimento e o tratamento rápidos das paradas cardíacas súbitas são essenciais para melhorar a sobrevivência das vítimas, o que tem justificado a elaboração de muitos vídeos a respeito, com o objetivo de disseminar os conhecimentos a esse respeito para a população em geral.

Os especialistas reviram esses vídeos educativos feitos nos últimos três anos acessados via YouTube como resultados de termos de busca como "ressuscitação cardiopulmonar", "suporte básico de vida" e suas respectivas siglas.

Dos muitos milhares de vídeos mostrados que aparecem como resultado dessas buscas, a maioria foi excluída por uma variedade de razões, incluindo serem irrelevantes ou terem cunho comercial, por exemplo. Além disso, os pesquisadores só avaliaram vídeos narrados em inglês.

Feita a peneira, restaram 209 vídeos que foram detalhadamente analisados.

Vídeos de emergência

Somente 11,5% dos vídeos analisados são totalmente compatíveis com as diretrizes médicas no que diz respeito à sequência de intervenções a serem feitas em pessoas que apresentam eventos cardíacos súbitos.

"Embora vídeos bem elaborados possam criar consciência e serem úteis como ferramentas de treinamento, eles nunca podem substituir as instruções práticas de um profissional de saúde devidamente qualificado," disse o Dr. Paul Middleton, membro da equipe.

"As pessoas que querem aprender ressuscitação cardiopulmonar e suporte básico de vida devem procurar um curso de formação devidamente credenciado," recomenda ele.

O Dr. Middleton ressalta que alguns vídeos disponíveis no YouTube fornecem um suporte educacional competente sobre como realizar ressuscitação cardiopulmonar e suporte básico de vida, mas encontrá-los não é fácil, e muito poucos poderiam ser considerados verdadeiramente perfeitos em ensinar essas práticas.

Infelizmente a dificuldade em encontrar os vídeos continua, uma vez que os pesquisadores não indicaram os vídeos considerados adequados.


Ver mais notícias sobre os temas:

Atendimento Médico-Hospitalar

Educação

Coração

Ver todos os temas

Mais lidas na semana:

Dor de cabeça: Conheça aquelas que exigem tratamento

Vacina contra dengue pode fazer mais mal que bem em alguns locais

Os muitos mitos sobre as Dores nas Costas

Medicamento desenvolvido no Brasil combate origem da hipertensão

Carne vermelha todo dia faz mal? Especificamente que mal?