Ver:

 Temas
 Enfermidades





RSS Diário da Saúde

Twitter do Diário da Saúde

11/01/2012

Uma taça de vinho tinto ao dia reduz risco de câncer de mama

Redação do Diário da Saúde

Álcool não, vinho tinto

Tomar vinho tinto com moderação pode reduzir um dos fatores de risco para o câncer de mama.

Para Chrisandra Shufelt, uma das médicas que aferiu os efeitos do vinho tinto, isto pode representar uma arma natural para combater uma das maiores causas de mortalidade entre as mulheres.

Embora a conclusão seja apenas mais uma na longa lista de benefícios atribuídos ao vinho tinto, ela vai contra a crença mais geral de que qualquer tipo de consumo de álcool eleva o risco de câncer de mama.

Pesquisas anteriores têm concluído que o álcool aumenta os níveis de estrogênio no corpo, fomentando o crescimento das células de câncer.

Branco não, tinto

Os cientistas norte-americanos agora descobriram que compostos químicos na pele e nas sementes das uvas vermelhas baixam ligeiramente os níveis de estrogênio e elevam os níveis de testosterona.

O efeito foi observado em mulheres que ingeriram uma taça de vinho tinto à noite, durante um mês.

O efeito não foi observado nas mulheres que tomaram vinho branco.

Os dois grupos de voluntárias passaram por dois períodos de testes, cada um dos quais tomando um dos tipos de vinho.

"Se você quer tomar uma taça de vinho no jantar, então escolha um vinho tinto," diz a Dra. Shufelt. "Essa mudança pode mudar o seu risco de contrair câncer de mama."


Ver mais notícias sobre os temas:

Medicamentos Naturais

Alimentação e Nutrição

Saúde da Mulher

Ver todos os temas

Mais lidas na semana:

Nanoestrelas matam bactérias sem desenvolver resistência

Ciência começa a entender eficácia da Medicina Chinesa contra o câncer

O que é melhor: Meditação ou Férias?

Carne e barbatana de tubarão contêm altos níveis de neurotoxinas

Dor de cabeça: Conheça aquelas que exigem tratamento