Vírus aviária A(H5N8) coloca autoridades em alerta na Europa

Vírus A(H5N8)

Oito países europeus relataram a identificação do vírus da gripe aviária A(H5N8), altamente patogênico, em aves selvagens, aves em zoológicos e aves de criação para abate.

Esta é a segunda vez que este vírus entrou na Europa através da migração de outono de aves selvagens, embora o A(H5N8) esteja circulando na Ásia desde 2010.

O sequenciamento completo do genoma do vírus sugere que este patógeno permanece essencialmente um vírus de aves, sem qualquer aumento do risco específico para os seres humanos - nenhuma infecção humana com este vírus foi relatada até agora.

A reavaliação em função dos eventos recentes entre animais concluiu que o risco de transmissão para o público em geral na Europa é considerado muito baixo.

Risco de zoonose

Por outro lado, os vírus A(H5N8) se agrupam no mesmo ramo filogenético que o vírus A(H5N1) e o A(H5N6), que causou doenças graves em humanos na China.

Desta forma, dizem os especialistas, a possibilidade de transmissão de aves para os seres humanos não pode ser completamente descartada.

De fato, pessoas em contato direto com as aves doentes ou com aves de granjas e suas carcaças podem estar em risco de infecção.

Dado este potencial de risco zoonótico, as autoridades de saúde europeias estão adotando medidas de controle da gripe aviária nos países afetados para garantir que as pessoas em maior risco estejam suficientemente protegidas contra a infecção.

Até agora a presença do vírus A(H5N8) foi registrado na Áustria, Hungria, Alemanha, Croácia, Dinamarca, Polônia, Suíça e Holanda. Fora da Europa, surtos do vírus entre aves já foram relatados na Índia, Israel, Coreia do Sul, Taiwan e porção asiática da Rússia.


Ver mais notícias sobre os temas:

Vírus

Epidemias

Infecções

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.