Vírus H2N3 só circula nas redes sociais - não no mundo real

Vírus H2N3?

A Organização Pan-Americana da Saúde emitiu nota de esclarecimento para contestar os boatos sobre um suposto vírus H2N3 que está circulando em áudios e textos em redes sociais ou aplicativos de mensagem no Brasil.

Segundo o braço regional da OMS (Organização Mundial da Saúde), "o suposto 'vírus H2N3' não circula em nenhum lugar do mundo".

Os vírus da influenza, ou gripe, mudam constantemente. Por isso, a Rede Global de Vigilância de Influenza da OMS (GISN, na sigla em inglês), uma aliança de 144 centros nacionais de todo o mundo, monitora os vírus que circulam em humanos.

Três desses centros ficam no Brasil. E, por meio deles, o país pôde identificar que os tipos de vírus de influenza que atualmente circulam no território brasileiro são o influenza A (H1N1pdm09), A(H3N2) e influenza B.

A vacina contra a gripe que será aplicada pelo Ministério da Saúde do Brasil, a partir da segunda quinzena deste mês, foi desenvolvida para proteger contra esses três tipos de vírus. O estado de Goiás iniciou nesta semana uma campanha antecipada de vacinação contra influenza A, devido a um surto de gripe por H1N1 no mês de março, na região Metropolitana de Goiânia.

Conheça os vírus da gripe

A gripe sazonal é uma infecção respiratória aguda causada por vírus que circulam em todas as partes do mundo.

Atualmente, há quatro tipos de vírus de gripe sazonal: A, B, C e D.

Os vírus influenza tipo A são classificados em subtipos de acordo com as combinações de duas proteínas diferentes, a hemaglutinina (H) e a neuraminidase (N), localizadas na superfície do vírus. Os subtipos de vírus da gripe A que circulam atualmente no mundo entre seres humanos são os da influenza A (H1N1) e A (H3N2).

O A (H1N1) também é conhecido como A (H1N1) pdm09, porque causou uma pandemia em 2009 e posteriormente substituiu o vírus da gripe sazonal A (H1N1) que havia circulado antes de 2009. Pelo que se sabe até hoje, apenas vírus influenza tipo A já causaram pandemias.

Os vírus influenza B não são classificados em subtipos, mas podem ser divididos em duas linhagens, denominadas B/Yamagata ou B/Victoria.

Os vírus da gripe A e B circulam e causam surtos e epidemias. Devido a esta razão, as estirpes relevantes dos vírus da gripe A e B estão incluídas nas vacinas contra a gripe sazonal. O vírus influenza C é detectado com muito menos frequência e geralmente provoca infecções leves, não apresentando implicações significativas para a saúde pública.

Os vírus da influenza D afetam principalmente o gado e não parecem ser causa de infecção ou doença no ser humano.


Ver mais notícias sobre os temas:

Saúde Pública

Vírus

Bactérias

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2018 www.diariodasaude.com.br. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.