Ver:

 Temas
 Enfermidades





RSS Diário da Saúde

Twitter do Diário da Saúde

18/11/2013

Vitamina vira tinta biocompatível para impressora 3D

Redação do Diário da Saúde
Vitamina torna
A descoberta permitirá criar estruturas finamente detalhadas e biocompatíveis, como este andaime para servir de suporte para a engenharia de tecidos.[Imagem: Narayan et al./Regen. Med.]

As impressoras 3D estão revolucionando indústrias inteiras.

E elas estão se mostrando particularmente promissoras para algumas áreas, incluindo o desenvolvimento de tecidos e órgãos artificiais.

Próteses e órteses de titânio, ossos artificiais, microimplantes e até uma orelha humana estão os últimos resultados dessa nova tecnologia.

Agora, pesquisadores da Universidade da Carolina do Norte (EUA) descobriram que um composto natural pode ser incorporado à "tinta" usada nas impressoras 3D, permitindo criar implantes médicos com polímeros não-tóxicos.

O composto é a riboflavina, mais conhecida como vitamina B2.

Tinta biocompatível

A riboflavina foi usada em conjunto com uma técnica de impressão 3D chamada polimerização de dois fótons, que é adequada para criar pequenos objetos com características detalhadas - como suportes para a engenharia de tecidos, microagulhas ou outros dispositivos de aplicação de medicamentos.

A polimerização de dois fótons usa precursores líquidos fotorreativos que contêm produtos químicos que reagem à luz. Sob a ação da luz, o material se transforma de líquido em um polímero sólido, criando os objetos 3-D.

O problema é que essa técnica tinha um inconveniente muito sério para seu uso na área de saúde: a maioria dos produtos químicos misturados nos precursores para torná-los fotorreativos é tóxica.

Mas agora o grupo do Dr. Roger Narayan descobriu que a riboflavina pode ser misturada com um material precursor para torná-lo fotorreativo.

A riboflavina não é tóxica e é biocompatível - ela é uma vitamina encontrada em vários alimentos, dos aspargos a determinados tipos de queijo.

"Isso abre as portas para uma gama muito maior de materiais para fabricar implantes biocompatíveis, que podem ser usados para desenvolver implantes personalizados usando a tecnologia de impressão 3-D," diz o professor Narayan.


Ver mais notícias sobre os temas:

Robótica

Nanotecnologia

Implantes

Ver todos os temas

Mais lidas na semana:

Dor de cabeça: Conheça aquelas que exigem tratamento

Vacina contra dengue pode fazer mais mal que bem em alguns locais

Os muitos mitos sobre as Dores nas Costas

Medicamento desenvolvido no Brasil combate origem da hipertensão

Carne vermelha todo dia faz mal? Especificamente que mal?