Vitamina vira tinta biocompatível para impressora 3D

Vitamina torna
A descoberta permitirá criar estruturas finamente detalhadas e biocompatíveis, como este andaime para servir de suporte para a engenharia de tecidos.
[Imagem: Narayan et al./Regen. Med.]

As impressoras 3D estão revolucionando indústrias inteiras.

E elas estão se mostrando particularmente promissoras para algumas áreas, incluindo o desenvolvimento de tecidos e órgãos artificiais.

Próteses e órteses de titânio, ossos artificiais, microimplantes e até uma orelha humana estão os últimos resultados dessa nova tecnologia.

Agora, pesquisadores da Universidade da Carolina do Norte (EUA) descobriram que um composto natural pode ser incorporado à "tinta" usada nas impressoras 3D, permitindo criar implantes médicos com polímeros não-tóxicos.

O composto é a riboflavina, mais conhecida como vitamina B2.

Tinta biocompatível

A riboflavina foi usada em conjunto com uma técnica de impressão 3D chamada polimerização de dois fótons, que é adequada para criar pequenos objetos com características detalhadas - como suportes para a engenharia de tecidos, microagulhas ou outros dispositivos de aplicação de medicamentos.

A polimerização de dois fótons usa precursores líquidos fotorreativos que contêm produtos químicos que reagem à luz. Sob a ação da luz, o material se transforma de líquido em um polímero sólido, criando os objetos 3-D.

O problema é que essa técnica tinha um inconveniente muito sério para seu uso na área de saúde: a maioria dos produtos químicos misturados nos precursores para torná-los fotorreativos é tóxica.

Mas agora o grupo do Dr. Roger Narayan descobriu que a riboflavina pode ser misturada com um material precursor para torná-lo fotorreativo.

A riboflavina não é tóxica e é biocompatível - ela é uma vitamina encontrada em vários alimentos, dos aspargos a determinados tipos de queijo.

"Isso abre as portas para uma gama muito maior de materiais para fabricar implantes biocompatíveis, que podem ser usados para desenvolver implantes personalizados usando a tecnologia de impressão 3-D," diz o professor Narayan.


Ver mais notícias sobre os temas:

Robótica

Nanotecnologia

Implantes

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.