Ver:

 Temas
 Enfermidades





RSS Diário da Saúde

Twitter do Diário da Saúde

06/11/2014

Você trocaria os óculos por um implante na córnea?

Redação do Diário da Saúde
Você trocaria os óculos por um implante na córnea?
O implante (esquerda) em comparação com uma lente de contato (direita). A desvantagem é que um implante é sempre uma técnica invasiva, levando consigo todos os riscos normalmente associados com cirurgias. [Imagem: AcuFocus]

Implante para visão de perto

Um anel fino inserido no olho poderá em breve tornar-se um substituto possível para os óculos de leitura para pacientes com presbiopia, a visão de perto borrada experimentada por muitas pessoas a partir dos 40 anos de idade.

O dispositivo implantável na córnea, que está atualmente passando por avaliação clínica, melhorou a visão de perto para 80% dos pacientes, sem atrapalhar a visão à distância necessária para as atividades diárias, como dirigir.

A presbiopia afeta as pessoas conforme a córnea se torna menos flexível e se curva de tal forma que torna difícil enxergar de perto.

O tratamento mais comum é usar óculos de leitura, mas vários novos produtos implantáveis na córnea estão em desenvolvimento, com três tipos atualmente sob análise da FDA (Food and Drug Administration), o órgão regulador nos EUA.

Um dos dispositivos em avaliação, chamado Kamra, tem a forma de um anel fino e flexível, medindo 3,8 milímetros de diâmetro, com um furo de 1,6 milímetro no meio.

Quando implantado na córnea, cobrindo a parte frontal do olho, o dispositivo funciona como o diafragma de uma câmera fotográfica, ajustando a profundidade de campo de modo que o usuário possa ver próximo e distante.

Vantagens e desvantagens

A vantagem teórica de usar um implante na córnea, em relação aos óculos de leitura, é que o implante evita a necessidade de colocar e tirar os óculos constantemente.

A desvantagem é que um implante é sempre uma técnica invasiva, levando consigo todos os riscos normalmente associados com cirurgias. E o dispositivo não tem funcionado para 20% dos voluntários que o estão testando.

As complicações de implantes de córnea geralmente incluem turvações que exigem esteroides para tratamento, que podem ter seus próprios efeitos colaterais.

O procedimento para inserir o implante dura cerca de 10 minutos, com anestesia local.

Uma vantagem em relação às cirurgias a laser é que os implantes atualmente em estudo podem ser removidos em uma segunda cirurgia.


Ver mais notícias sobre os temas:

Olhos e Visão

Implantes

Educação

Ver todos os temas

Mais lidas na semana:

Dor de cabeça: Conheça aquelas que exigem tratamento

Vacina contra dengue pode fazer mais mal que bem em alguns locais

Os muitos mitos sobre as Dores nas Costas

Medicamento desenvolvido no Brasil combate origem da hipertensão

Carne vermelha todo dia faz mal? Especificamente que mal?