08/01/2018

Suplementos de cálcio e vitamina D não protegem contra fraturas

Redação do Diário da Saúde
Suplementos de cálcio e vitamina D não protegem contra fraturas
A vitamina D tem mais benefícios do que se imaginava - desde que obtida pela exposição ao Sol.
[Imagem: Buck Institute/Divulgação]

Proteção dos ossos

Os suplementos de cálcio e vitamina D - tomados separadamente ou em conjunto - não parecem oferecer proteção aos adultos mais velhos contra as fraturas e a osteoporose.

A conclusão é de mais um estudo que destaca a importância da ingestão do cálcio por meio da alimentação e a sintetização natural da vitamina D por meio da exposição saudável ao Sol.

E a pesquisa é relevante porque os suplementos de cálcio e vitamina D já se tornaram diretrizes da prática médica para prevenir fraturas nas pessoas com osteoporose.

Contudo, pesquisas anteriores já haviam demonstrado que os suplementos de cálcio e vitamina D podem fazer mais mal do que bem.

Suplementos ineficazes

Devido às conclusões conflitantes dos estudos mais recentes com a prática médica recomendada, a equipe do Dr. Jia-Guo Zhao, da Universidade Tianjin (China), decidiu fazer uma meta-análise das pesquisas. Uma meta-análise combina os resultados de múltiplos estudos identificados em uma revisão sistemática e resume quantitativamente a associação geral entre a mesma exposição (neste caso, suplementos contendo cálcio, vitamina D ou ambos) e resultados (fratura) em todos os estudos.

A análise envolveu 51.145 adultos com mais de 50 anos que viviam em suas comunidades, e não em instituições como lares de idosos e instalações de cuidados residenciais. Foram 33 ensaios clínicos randomizados comparando o uso de suplementos (cálcio, vitamina D ou ambos) com placebo ou sem tratamento e novas fraturas.

Os resultados mostraram que os suplementos não estão associados a um menor risco de novas fraturas, independentemente da dose, do sexo do paciente, do histórico de fraturas, da ingestão de cálcio na dieta ou das concentrações iniciais de vitamina D no sangue.

A conclusão da equipe, publicada no jornal médico JAMA, é que os dados científicos disponíveis não dão suporte ao uso rotineiro de suplementos que contenham cálcio, vitamina D, ou ambos, por adultos mais velhos para prevenção de fraturas ósseas.

Siga o Diário da Saúde no Google News

Ver mais notícias sobre os temas:

Ossos e Articulações

Vitaminas

Alimentação e Nutrição

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2021 www.diariodasaude.com.br. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.