20/03/2009

Funeral ecológico: um descanso em lugar mais ameno do que um cemitério

Redação do Diário da Saúde
Funeral ecológico: um
Exemplo de um local destinado aos funerais ecológicos, ou funerais naturais, procurados por serem mais agradáveis do que os cemitérios tradicionais.
[Imagem: The Centre for Natural Burial]

Funerais naturais

É crescente na Europa e nos Estados Unidos a busca pelos chamados funerais ecológicos, ou funerais naturais - locais bucólicos e agradáveis, onde as pessoas acreditam que poderão descansar mais felizes, sem forçar seus parentes a comparecerem aos desagradáveis cemitérios tradicionais.

"Inúmeros enfoques diferentes para os funerais naturais estão sendo adotados desde que o primeiro desses locais foi aberto em 1993," conta o professor Andy Clayden, da Universidade de Sheffield (Inglaterra).

O professor Clayden, juntamente com seus colegas Jenny Hockey e Trish Green, está fazendo uma pesquisa sobre o que está levando as pessoas a optarem pelos funerais ecológicos.

Sem conflito com a fé

Os primeiros dados indicam que esta tem sido uma preferência crescente principalmente entre as pessoas sem uma ligação formal com a religião, embora a falta de uma religião não pareça ser o motivo principal. "Eles cuidam de pessoas que querem um ambiente mais informal para manter contato com as pessoas de quem elas querem se lembrar. Não há conflito com a fé," diz o Dr. Clayden.

Só na Inglaterra já existem mais de 200 locais destinados a funerais naturais, desde áreas públicas até locais mantidos por entidades de caridade e mesmo por pessoas físicas.

Os locais variam muito, com vários enfoques sobre o que significa um funeral ecológico. Por exemplo, alguns oferecem instruções específicas sobre quais árvores ou flores podem ser plantadas, enquanto outros têm uma abordagem mais livre. Há locais em que o enterro é feito de forma totalmente anônima, não sendo permitida a colocação de placas ou qualquer outro símbolo.

Novos relacionamentos

"As pessoas nos disseram que elas querem visitar locais onde elas possam ouvir os pássaros ou o som de um riacho. Algumas pessoas não gostam das formalidades dos cemitérios e sentem-se desconfortáveis com as convenções e regras de um enterro tradicional," diz o pesquisador.

A pesquisa sugere que os fazendeiros e suas famílias, que oferecem os locais para os enterros ecológicos, estão entusiasmados com o novo movimento. "Alguns deles vivem em áreas remotas e acreditam que, ao fornecer áreas para os enterros naturais eles estão desempenhando um novo papel que os leva a 'abrir as portas' para uma nova comunidade que eles querem receber bem em suas terras. Muitos deles constroem relacionamentos com os parentes das pessoas enterradas," diz Clayden.

Siga o Diário da Saúde no Google News

Ver mais notícias sobre os temas:

Relacionamentos

Sentimentos

Cuidados com a Família

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2019 www.diariodasaude.com.br. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.