26/12/2019

Banheiros inteligentes vão monitorar sua saúde

Redação do Diário da Saúde
Banheiros inteligentes vão monitorar sua saúde
Ilustração de como um sistema "banheiro inteligente" integrado pode funcionar como um método em tempo real de monitoramento da saúde.
[Imagem: Dasom (Somi) Hwang/UW-Madison]

Vaso sanitário que faz exame

Tecnologias de vestir estão transformando a capacidade de monitorar e melhorar a saúde, mas uma instalação historicamente de baixa tecnologia - o humilde vaso sanitário - tem o potencial para superar todas elas.

Esta é a conclusão de uma equipe de cientistas do metabolismo da Universidade de Wisconsin-Madison (EUA), que estão trabalhando para colocar uma enorme variedade de informações sobre saúde metabólica contidas na urina a serviço da medicina personalizada.

A urina contém um verdadeiro "histórico líquido" dos hábitos nutricionais, exercícios físicos, uso de medicamentos, padrões de sono e outras opções de estilo de vida de um indivíduo.

A urina também contém indicadores metabólicos para mais de 600 condições humanas, incluindo algumas das mais ameaçadoras, como câncer, diabetes, doenças renais e até apendicite.

Exame de urina direto no banheiro

Ian Miller e seus colegas queriam responder a duas perguntas essenciais. Primeiro, o monitoramento e o exame frequentes de amostras de urina podem coletar informações úteis em tempo real sobre a saúde de um indivíduo? E segundo, uma plataforma tecnológica pode ser adaptada aos vasos sanitários para tornar o processo de coleta mais simples, preciso e acessível?

Eles obtiveram algumas respostas promissoras para a primeira pergunta em um pequeno estudo piloto, no qual dois indivíduos coletaram consistentemente todas as amostras de urina durante um período de 10 dias, e também usaram uma tecnologia vestível para rastrear batimentos cardíacos, passos, consumo de calorias e padrões de sono.

Os resultados mostraram que as amostras de urina contêm, de fato, uma impressão digital de saúde notável que segue os fluxos e refluxos da vida cotidiana. Por exemplo, os voluntários mantiveram registros do consumo de café e álcool, e os biomarcadores com uma conexão conhecida a ambas as bebidas foram abundantes. Um voluntário tomou acetaminofeno, que foi detectado na urina por um aumento na intensidade iônica. Os resultados metabólicos dos exercícios físicos e do sono também foram medidos com precisão.

Tem que ser simples

Com base nesses primeiros resultados, a equipe está projetando um banheiro que incorporará um espectrômetro de massa portátil capaz de reconhecer cada indivíduo usuário da privada e processar amostras de cada um deles com segurança.

Eles planejam instalar o vaso sanitário inteligente no prédio do laboratório, de forma a expandir o grupo de voluntários para uma dúzia ou mais, melhorando a qualidade dos resultados.

"Sabemos que no laboratório podemos fazer essas medições. E temos certeza de que podemos projetar um banheiro que possa amostrar urina. Eu acredito que o verdadeiro desafio que teremos será investir na engenharia para tornar esse instrumento simples e barato o suficiente," disse o professor Joshua Coon, coordenador da pesquisa.

Checagem com artigo científico:

Artigo: Real-time health monitoring through urine metabolomics
Autores: Ian J. Miller, Sean R. Peters, Katherine A. Overmyer, Brett R. Paulson, Michael S. Westphall, Joshua J. Coon
Publicação: Nature Digital Medicine
Vol.: 2, Article number: 109
DOI: 10.1038/s41746-019-0185-y

Ver mais notícias sobre os temas:

Exames

Prevenção

Robótica

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2019 www.diariodasaude.com.br. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.