01/07/2019

Córnea artificial finalmente fica similar à córnea natural

Redação do Diário da Saúde
Córnea artificial finalmente fica similar à córnea natural
Esquema ilustrativo do processo de alinhamento das fibras durante a impressão 3D, o que garante transparência quase perfeita à córnea artificial.
[Imagem: POSTECH]

Córnea artificial transparente e biocompatível

Quando a córnea de uma pessoa é severamente danificada, é necessário fazer um transplante. No entanto, existem milhares de pacientes aguardando a doação de uma córnea para que possam ser operados.

Por essa razão, muitos cientistas têm dedicado seus esforços ao desenvolvimento de uma córnea artificial.

As córneas artificiais desenvolvidas até agora usam colágeno recombinante ou são feitas de substâncias químicas, como polímeros sintéticos. Infelizmente, esses materiais não se incorporam bem ao olho ou simplesmente não apresentam a transparência desejada após o implante da córnea.

Uma solução para essas deficiências acaba de ser apresentada por Hyeonji Kim e seus colegas da Universidade Pohang de Ciência e Tecnologia, na Coreia do Sul.

Biotinta

Kim usou estroma decelularizado e células-tronco de córneas naturais para criar uma biotinta, que pode então ser usada para fabricar as córneas artificiais em uma impressora 3D.

Como essa córnea artificial é inteiramente feita com a biotinta derivada de tecido da própria córnea, ela é biocompatível. E a tecnologia de impressão de células 3D permite recriar o microambiente da córnea, um padrão em treliça de fibrilas de colágeno, o que garante uma transparência semelhante à da córnea humana natural.

Nos testes, as fibrilas de colágeno remodeladas ao longo da rota de impressão 3D criaram um padrão de treliça semelhante à estrutura da córnea humana nativa após 4 semanas in vivo.

"Essa estratégia que sugerimos pode alcançar os critérios tanto de transparência quanto de segurança para o estroma da córnea modificada. Acreditamos que isso dará esperança a muitos pacientes que sofrem de doenças relacionadas à córnea," disse a pesquisadora Jinah Jang, que desenvolveu a técnica.


Ver mais notícias sobre os temas:

Olhos e Visão

Transplantes

Biotecnologia

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2019 www.diariodasaude.com.br. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.