06/06/2022

Seu fígado tem apenas três anos de idade

Redação do Diário da Saúde
Seu fígado tem apenas três anos de idade
A maioria das células do fígado humano tem apenas duas cópias de DNA, como a célula indicada pela seta branca, mas algumas têm mais (setas amarelas). Esses diferentes tipos de células se renovam de maneira diferente.
[Imagem: Paula Heinke]

Rejuvenescimento do fígado

O fígado é um órgão essencial, cuidando da limpeza das toxinas em nossos corpos. Por lidar constantemente com substâncias tóxicas, ele sofre danos regularmente.

Para superar isso, o fígado tem uma capacidade única entre os órgãos de se regenerar. Como grande parte da capacidade do corpo de se curar e se regenerar diminui à medida que envelhecemos, os cientistas se perguntavam se a capacidade de renovação do fígado também diminuiria com a idade.

Além disso, a natureza da renovação do fígado humano também permanece um mistério, com os modelos animais fornecendo respostas contraditórias.

"Alguns estudos apontaram para a possibilidade de que as células do fígado tenham vida longa, enquanto outros mostraram uma renovação constante. Ficou claro para nós que, se quisermos saber o que acontece em humanos, precisamos encontrar uma maneira de avaliar diretamente a idade das células do fígado humano," detalhou o Dr. Olaf Bergmann, da Universidade de Tecnologia de Dresden (Alemanha).

O fígado é sempre um órgão jovem

Para desvendar todos esses mistérios, o Dr. Bergmann reuniu uma equipe interdisciplinar de biólogos, físicos, matemáticos e clínicos para analisar os fígados de vários indivíduos que morreram com idades entre 20 e 84 anos.

Surpreendentemente, a equipe descobriu que as células do fígado de todos os indivíduos tinham mais ou menos a mesma idade - e nunca passam da "infância".

"Não importa se você tenha 20 ou 84 anos, seu fígado permanece, em média, com pouco menos de três anos," explicou o Dr. Bergmann. No entanto, nem todas as células do nosso fígado são tão jovens: Uma fração delas pode viver até 10 anos, antes de se renovar.

Os resultados mostram que o ajuste da massa hepática às necessidades do organismo é rigidamente regulado por meio da constante reposição de células hepáticas, e que esse processo é mantido mesmo em pessoas mais velhas.

Essa substituição contínua de células hepáticas é importante para vários aspectos da regeneração hepática e, quando falha, pode resultar na formação de câncer.

Checagem com artigo científico:

Artigo: Diploid hepatocytes drive physiological liver renewal in adult humans
Autores: Paula Heinke, Fabian Rost, Julian Rode, Palina Trus, Irina Simonova, Enik Lazar, Joshua Feddema, Thilo Welsch, Kanar Alkass, Mehran Salehpour, Andrea Zimmermann, Daniel Seehofer, Göran Possnert, Georg Damm, Henrik Druid, Lutz Brusch, Olaf Bergmann
Publicação: Cell Systems
DOI: 10.1016/j.cels.2022.05.001
Siga o Diário da Saúde no Google News

Ver mais notícias sobre os temas:

Rejuvenescimento

Vícios

Qualidade de Vida

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2022 www.diariodasaude.com.br. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.