05/10/2020

Cientistas criam retinas humanas funcionais em laboratório

Redação do Diário da Saúde
Cientistas criam retinas humanas funcionais em laboratório
A retina artificial reproduz as camadas celulares da retina natural.
[Imagem: IOB.ch]

Organoides

Cientistas suíços geraram replicações precisas de retinas humanas em cultura, o que permite monitorar e localizar os tipos específicos de células afetadas por doenças oculares genéticas.

A retina é a parte do olho que recebe e organiza as informações visuais. Ela contém milhões de células e nervos sensíveis à luz e tem cinco camadas distintas que enviam sinais coletivamente ao cérebro.

Fruto de um trabalho de seis anos, esta conquista vai acelerar o progresso no desenvolvimento de novas terapias oculares, dizem os pesquisadores do Instituto de Oftalmologia Clínica e Molecular da Basileia (IOB).

"A pesquisa aborda uma necessidade fundamental não atendida, que é desenvolver modelos de retinas que se assemelhem muito ao órgão real," disse o professor Cameron Cowan. "Isso abre a possibilidade de desenvolver tratamentos em laboratório feitos sob medida para cada paciente."

Gravidez artificial

As retinas modelo feitas em laboratório - que são chamadas de organoides - foram derivadas de células-tronco pluripotentes que foram induzidas a se auto-organizar nessa estrutura de cinco camadas. Os organoides maduros conseguem sentir a luz em suas camadas superficiais e forneceram impulsos visuais por meio de sinapses às camadas celulares internas.

E a equipe desenvolveu um método que gera organoides retinais altamente uniformes aos milhares, fornecendo um recurso valioso para pesquisadores em todo o mundo.

Quando avaliou os organoides geneticamente, a equipe descobriu que seus transcriptomas (ou seja, as leituras totais dos genes), estabilizaram em um estado desenvolvido contendo a maioria dos tipos de células da retina na semana 38, que também é a duração média de uma gravidez humana.

Usando o organoide, os pesquisadores agora podem mapear doenças da retina até o nível celular, abrindo uma grande variedade de oportunidades terapêuticas.

Checagem com artigo científico:

Artigo: Cell Types of the Human Retina and its Organoids at Single-Cell Resolution
Autores: Cameron S. Cowan, Magdalena Renner, Martina De Gennaro, Brigitte Gross-Scherf, David Goldblum, Yanyan Hou, Martin Munz, Tiago M. Rodrigues, Jacek Krol, Tamas Szikra, Rachel Cuttat, Annick Waldt, Panagiotis Papasaikas, Roland Diggelmann, Claudia P. Patino-Alvarez, Patricia Galliker, Stefan E. Spirig, Dinko Pavlinic, Nadine Gerber-Hollbach, Sven Schuierer, Aldin Srdanovic, Marton Balogh, Riccardo Panero, Akos Kusnyerik, Arnold Szabo, Michael B. Stadler, Selim Orgül, Simone Picelli, Pascal W. Hasler, Andreas Hierlemann, Hendrik P.N. Scholl, Guglielmo Roma, Florian Nigsch, Botond Roska
Publicação: Cell
Vol.: 182, ISSUE 6, P1623-1640
DOI: 10.1016/j.cell.2020.08.013
Siga o Diário da Saúde no Google News

Ver mais notícias sobre os temas:

Olhos e Visão

Neurociências

Células-tronco

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2020 www.diariodasaude.com.br. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.