06/09/2019

Mulheres são bonitas, homens são racionais

Redação do Diário da Saúde
Mulheres são bonitas, homens são racionais
Nos livros, os homens são geralmente descritos por palavras que se referem ao comportamento, enquanto os adjetivos atribuídos às mulheres tendem a estar associados à aparência física.
[Imagem: CC0 Public Domain/Pixabay]

Como descrever homens e mulheres

Uma cientista da computação da Universidade de Copenhague (Dinamarca), juntamente com colegas dos EUA, vasculhou uma quantidade enorme de livros, em um esforço para descobrir se existiria alguma diferença entre os tipos de palavras usadas para descrever homens e mulheres na literatura.

Usando um novo modelo computacional, eles analisaram 3,5 milhões de livros, todos publicados em inglês entre 1900 e 2008. Os livros incluem uma mistura de literatura de ficção e não ficção.

A análise mostrou que os homens são geralmente descritos por palavras que se referem ao comportamento, enquanto os adjetivos atribuídos às mulheres tendem a estar associados à aparência física.

Por exemplo, "bonito" e "sexy" são dois dos adjetivos mais frequentemente usados para descrever as personagens mulheres desses livros. Já os descritores mais comuns em relação aos homens incluem "justos", "racionais" e "corajosos".

"Podemos ver claramente que as palavras usadas para as mulheres se referem muito mais às suas aparências do que as usadas para descrever os homens. Dessa forma, conseguimos confirmar uma percepção generalizada, apenas agora em nível estatístico," resumiu a professora Isabelle Augenstein.

Homens e mulheres na literatura

A análises demonstrou também que os verbos negativos associados ao corpo e à aparência são usados com uma frequência cinco vezes maior para as mulheres do que para os homens.

E os adjetivos positivos e neutros em relação ao corpo e à aparência ocorrem aproximadamente duas vezes mais nas descrições de mulheres, enquanto os homens são mais frequentemente descritos usando adjetivos que se referem a seu comportamento e qualidades pessoais.

Os pesquisadores reconhecem que a análise tem suas limitações, pois não leva em consideração quem escreveu os livros e nem as diferenças nos graus de viés, que variam de acordo com o período em que cada livro foi publicado.

Além disso, a análise não faz distinção entre gêneros literários - por exemplo, entre romances e não ficção. Mas a equipe já retornou aos dados em busca de incluir cada um desses itens, devendo publicar os resultados em breve.

Checagem com artigo científico:

Artigo: Unsupervised Discovery of Gendered Language through Latent-Variable Modeling
Autores: Alexander Hoyle, Lawrence Wolf-Sonkin, Hanna Wallach, Isabelle Augenstein, Ryan Cotterell
Publicação: Proceedings of the 57th Annual Meeting of the Association for Computational Linguistics
Cheque você mesmo: https://aclweb.org/anthology/papers/P/P19/P19-1167/

Ver mais notícias sobre os temas:

Sentimentos

Relacionamentos

Emoções

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2019 www.diariodasaude.com.br. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.