Rir a dois melhora relacionamento - Mesmo se o outro rir de você

Rir a dois melhora relacionamento - Mesmo se o outro rir de você
O fato de um parceiro rir do outro tem efeitos basicamente positivos, principalmente para as mulheres.
[Imagem: CC0 Public Domain/Pixabay]

Rir a dois

O riso desempenha um papel importante nos relacionamentos amorosos - seja o riso compartilhado ou direcionado ao outro.

De fato, os parceiros tendem a se mostrar mais contentes com seu relacionamento quando lidam bem tanto com as risadas a dois, quanto quando o companheiro ri dele ou dela, "ridicularizando" algum comportamento ou fala.

As pessoas que têm medo de serem ridicularizadas, por outro lado, são frequentemente menos felizes em seu relacionamento, frequentemente partindo para uma discussão - "Você está rindo comigo ou de mim?".

Esse jeito de lidar com o riso também afeta o parceiro e a vida íntima do casal, dizem René Proyer e Kay Brauer, da Universidade Martin Luther (Alemanha).

Os psicólogos conduziram entrevistas com 154 casais heterossexuais, nas quais os participantes responderam separadamente a perguntas sobre seu relacionamento - Por exemplo, sobre a satisfação com o relacionamento em geral, se o casal discutia com frequência e como os dois parceiros estavam satisfeitos com sua vida íntima.

Uma atenção especial foi dada a como os participantes lidam com o fato de serem ridicularizados e se gostam de rir dos outros.

Rir ou ser rido

"Nós descobrimos que os parceiros são muitas vezes semelhantes em relação às suas características individuais e também aos seus perfis," resume Kay Brauer. Quando esses perfis e características correspondem, os casais geralmente têm "mais conteúdo" em seus relacionamentos.

Curiosamente, os pesquisadores observaram que o fato de um parceiro rir do outro tem efeitos basicamente positivos, principalmente para as mulheres.

Ter medo de ser ridicularizado, por outro lado, tende a ter efeitos negativos: as pessoas que têm esse medo têm menos conteúdo em seu relacionamento e também tendem a desconfiar de seu parceiro. Isso também tem consequências para o parceiro: os homens disseram com mais frequência que não se sentiam realmente satisfeitos com sua vida íntima quando o parceiro demonstra esse medo de ser ridicularizado.

Já o fato de um parceiro ter um gosto especial por ridicularizar o outro aumenta o nível de discussões entre o casal. "Isso não surpreende, considerando que essas pessoas frequentemente vão longe demais e fazem comentários irônicos que podem levar a uma discussão," disse Brauer.

É claro que nem tudo em um relacionamento são risadas. Os pesquisadores afirmam que o modo de lidar com o riso, compartilhado ou dirigido ao outro, não é suficiente para avaliar se um relacionamento é considerado bom ou não pelos parceiros. "É claro que há mais do que isso para que um relacionamento seja bem-sucedido, em que os parceiros experimentam a felicidade," afirmaram eles em seu artigo, publicado na revista Journal of Research in Personality.


Ver mais notícias sobre os temas:

Relacionamentos

Sentimentos

Sexualidade

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2018 www.diariodasaude.com.br. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.