25/08/2021

Ser interrompido no trabalho parece incomodar... mas traz benefícios

Redação do Diário da Saúde
Ser interrompido no trabalho parece incomodar... mas traz benefícios
Não é que você precise se tornar multitarefa - em termos de trabalho, continua sendo melhor fazer uma coisa de cada vez.
[Imagem: Mohamed Hassan/Pixabay]

Interrupções do bem

Se você trabalha em um escritório, isto deve lhe ser familiar: Você está bem no meio de um projeto e um colega de trabalho passa para pedir ajuda em uma tarefa ou para compartilhar uma foto de seu novo cachorro.

Quando isso acontecer, não suspire por estar sendo distraído.

É claro que há desvantagens nas interrupções no trabalho, como aumentar os níveis de estresse e diminuir a energia das pessoas; mas também há uma vantagem importante: Os funcionários sentem mais "pertencimento" e isso acaba levando a uma maior satisfação no trabalho.

Acontece que nós não somos apenas trabalhadores, e nossa parte social ganha mesmo quando a interação significa uma interrupção de uma tarefa. "Se esse tempo todo de distanciamento e isolamento social nos mostrou algo, é que os humanos são seres sociais, que têm uma necessidade inerente de interagir com os outros," comenta o professor Harshad Puranik, da Universidade de Illinois (EUA).

A equipe do professor Puranik entrevistou 111 funcionários, duas vezes por dia, durante três semanas. Eles perguntavam aos voluntários sobre sua experiência no trabalho (desde o início do dia para pesquisas na hora do almoço e desde o almoço para as pesquisas no fim da tarde), incluindo interrupções no trabalho, quão esgotados eles se sentiam, seu senso de pertencimento à organização e sua satisfação geral no trabalho.

Pertencimento aumenta satisfação no trabalho

Os resultados mostram que, embora as interrupções no trabalho possam prejudicar os recursos mentais dos funcionários interrompidos, reduzindo a satisfação no trabalho, a interação social resultante acaba ajudando a aumentar a sensação de pertencimento dos funcionários, o que foi associado ao aumento da satisfação no trabalho.

O que as pesquisas anteriores não consideraram, disse Puranik, é que, além do seu aspecto no tocante às tarefas, as interrupções no trabalho por outras pessoas também envolvem um componente social - a interação social com quem faz a interrupção.

"Nosso estudo revelou que, ao fornecer esse meio de interação social com os colegas, as interrupções no trabalho levaram a um maior sentimento de pertencimento. Esse sentimento de pertencimento, por sua vez, levou a uma maior satisfação no trabalho," acentuou Puranik.

Como a administração historicamente tem-se concentrado em maneiras de eliminar as interrupções no trabalho, os pesquisadores sugerem alternativas para lidar com as interrupções, como permitir aos funcionários mais liberdade para escolher quando e onde trabalhar e como programar seu trabalho.

Checagem com artigo científico:

Artigo: Excuse Me, Do You Have a Minute? An Exploration of the Dark- and Bright-Side Effects of Daily Work Interruptions for Employee Well-being
Autores: Harshad Puranik, Joel Koopman, Heather C Vough
Publicação: Journal of Applied Psychology
DOI: 10.1037/apl0000875
Siga o Diário da Saúde no Google News

Ver mais notícias sobre os temas:

Trabalho e Emprego

Emoções

Concentração

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2021 www.diariodasaude.com.br. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.