08/10/2021

Desenvolvido antiviral promissor contra a dengue

Redação do Diário da Saúde
Desenvolvimento antiviral promissor contra a dengue
Tem havido progressos nos exames para diagnosticar dengue, mas ainda não dispomos de medicamentos ou vacinas eficazes e direcionados.
[Imagem: IITD]

Antiviral para dengue

Pesquisadores belgas e franceses desenvolveram um inibidor ultrapotente do vírus da dengue, trazendo uma esperança real de tratamento da doença.

A molécula antiviral, chamada JNJ-A07, mostrou-se excepcionalmente eficaz contra todas as variantes conhecidas da dengue, além de poder ser usada tanto para fins terapêuticos, de tratamento de pacientes infectados, como de prevenção.

O antiviral tem um mecanismo único: "Demonstramos que nosso inibidor impede a interação entre duas proteínas virais que fazem parte de uma espécie de copiadora do material genético do vírus. Se essa interação for bloqueada, o vírus não pode mais copiar seu material genético. Como resultado, nenhuma nova partícula de vírus é produzida," contou o professor Johan Neyts, da Universidade de Lovaina (Bélgica).

Os pesquisadores testaram o inibidor em culturas celulares e em camundongos infectados: "Mesmo uma dose baixa do medicamento, administrado por via oral, mostrou-se muito eficaz. Além disso, o tratamento continua eficaz quando a infecção já está no pico. Nestes casos, o número de partículas de vírus no sangue caiu drasticamente em 24 horas após o início do tratamento. Isso mostra como o medicamento antiviral é extremamente potente," acrescentou a professora Suzanne Kaptein.

Prevenção da dengue

Pesquisas adicionais, também feitas em cobaias, indicaram que o inibidor também pode ser usado para fins de prevenção, evitando que os animais fossem infectados.

"Medicamentos potentes e seguros para dengue, que possam ser facilmente tomados em comprimidos, podem oferecer proteção eficaz a qualquer pessoa por um determinado período de tempo. Pense nas pessoas que vivem em áreas com um surto de dengue em andamento, por exemplo: Elas poderiam tomar um medicamento para dengue por alguns dias ou semanas. Os comprimidos também podem proteger os viajantes ou funcionários de ONGs durante sua estada em regiões de alto risco," propôs Neyts.

A equipe agora pretende prosseguir com o desenvolvimento do antiviral, para criar uma formulação fácil de administrar e que possa ser levada para ensaios clínicos.

A equipe está trabalhando em conjunto com a empresa Janssen Pharmaceutica para desenvolver o medicamento.

Checagem com artigo científico:

Artigo: A pan-serotype dengue virus inhibitor targeting the NS3-NS4B interaction
Autores: Suzanne J. F. Kaptein, Olivia Goethals, Dominik Kiemel, Arnaud Marchand, Bart Kesteleyn, Jean-François Bonfanti, Dorothée Bardiot, Bart Stoops, Tim H. M. Jonckers, Kai Dallmeier, Peggy Geluykens, Kim Thys, Marjolein Crabbe, Laurent Chatel-Chaix, Max Münster, Gilles Querat, Franck Touret, Xavier de Lamballerie, Pierre Raboisson, Kenny Simmen, Patrick Chaltin, Ralf Bartenschlager, Marnix Van Loock, Johan Neyts
Publicação: Nature
DOI: 10.1038/s41586-021-03990-6
Siga o Diário da Saúde no Google News

Ver mais notícias sobre os temas:

Desenvolvimento de Medicamentos

Vírus

Prevenção

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2021 www.diariodasaude.com.br. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.