20/04/2021

Mulheres grávidas devem ter cuidado com lombadas e quebra-molas

Redação do Diário da Saúde
Mulheres grávidas devem ter cuidado com lombadas e quebra-molas
A recomendação é clara: diminua a velocidade e não acelere enquanto estiver passando pelo quebra-molas.
[Imagem: UBC]

Lombadas, quebra-molas e mulheres grávidas

Passar muito rápido sobre lombadas e quebra-molas representa um perigo para mulheres grávidas e seus fetos.

"Há muitas pesquisas sobre a importância do movimento para as mulheres durante a gravidez. Nossa pesquisa mais recente analisou especificamente os impactos da aceleração repentina em uma mulher grávida," explica o professor Hadi Mohammadi, da Universidade da Colúmbia Britânica (Canadá).

Usando uma nova modelagem com base em dados de testes reais de colisão e comportamentos dinâmicos fundamentais de uma mulher grávida, Mohammadi e seus alunos descobriram que passar muito rápido nas saliências de pista projetadas para controlar a velocidade é motivo de preocupação para as mulheres grávidas.

Os ocupantes de um veículo, especialmente as mulheres grávidas, são submetidos a forças relativamente grandes repentinamente e por um curto período, quando o veículo acelera em uma lombada.

Segundo os pesquisadores, uma aceleração repentina pode levar a pequenos ferimentos no cérebro fetal, causar uma frequência cardíaca fetal anormal, dor abdominal, contração uterina, aumento da atividade uterina e outras complicações. Os efeitos foram avaliados tomando como base uma mulher no terceiro trimestre de gravidez.

Impactos sobre o feto

A investigação incluiu uma série de fatores, como a velocidade do carro ao passar pela lombada, o tamanho da lombada (que causa um arrasto sobre o útero à medida que ele sobe e desce), e o fato de que todo esse movimento exerce pressão no líquido amniótico que protege o feto.

"Levamos todos esses fatores em consideração para garantir um modelo diferencial abrangente que espelha as respostas e interações do mundo real da mulher e do feto," disse ele.

Em sua conclusão, os pesquisadores foram muito específicos em suas recomendações para as mulheres grávidas em lombadas e quebra-molas: Desacelere.

Na verdade, para reduzir o risco para o feto eles aconselham reduzir a velocidade do veículo para menos de 45 km/h antes de chegar a uma lombada e, de preferência, para menos de 25 km/h ao passar por ela.

"Obviamente, existem outras variáveis em jogo quando um motorista se aproxima de um redutor de velocidade, mas esperamos que nossos resultados forneçam alguma orientação baseada em evidências para manter os motoristas e seus ocupantes literal e figurativamente seguros," disse Mohammadi.

Checagem com artigo científico:

Artigo: Interaction analysis of a pregnant female uterus and fetus in a vehicle passing a speed bump
Autores: Mostafa Irannejad Parizi, Mohammad Taghi Ahmadian, Hadi Mohammadi
Publicação: Journal of Biomechanics
Vol.: 118, 110257
DOI: 10.1016/j.jbiomech.2021.110257
Siga o Diário da Saúde no Google News

Ver mais notícias sobre os temas:

Gravidez

Acidentes

Cuidados com o Recém-nascido

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2021 www.diariodasaude.com.br. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.