06/08/2019

Pais podem funcionar como barreiras para independência dos filhos

Redação do Diário da Saúde
Pais podem funcionar como barreiras para independência dos filhos
"Nossa pesquisa sugere que os pais não estão soltando as rédeas tão frequentemente quanto poderiam."
[Imagem: CC0 Public Domain/Pixabay]

Independência dos filhos

Há algumas coisas que a maioria dos pais não gostaria de ouvir de um filho adolescente, como "Não estou preparado para ser um adulto, e a culpa é sua".

Quase todos os pais (97%) ouvidos em uma pesquisa sobre este tema afirmaram que estão ajudando seus filhos a se tornar mais independentes usando estratégias como permitir que eles façam mais escolhas (86%), forçando-os a lidar com as coisas (74%) e não mais fazendo coisas para eles (65%).

Apesar disso, um quarto desses mesmos pais afirmam que eles próprios são a principal barreira para a independência de seus filhos, ao não dedicarem tempo ou esforço para dar a seus filhos adolescentes mais responsabilidades.

"À medida que as crianças se tornam adolescentes, o papel dos pais muda para ajudá-los a adquirir o conhecimento e a experiência necessários para serem adultos independentes. Esse processo de transição da infância para a vida adulta inclui tudo, da preparação para o trabalho e a responsabilidade financeira, até cuidar da própria saúde e bem-estar," comenta a professora Sarah Clark, da Universidade de Michigan (EUA).

"Nossa pesquisa sugere que os pais não estão soltando as rédeas tão frequentemente quanto poderiam para ajudar os adolescentes a fazer a transição com sucesso," completou ela.

Características dos adolescentes

As conclusões são baseadas em respostas de uma amostra nacionalmente representativa de 877 pais com pelo menos um filho com idade entre 14 e 18 anos.

Sessenta por cento dos pais disseram que as características do adolescente são barreiras para se tornarem mais independentes, tais como não ser suficientemente maduro (24%), não ter tempo (22%) ou não saber o suficiente (14%) para assumir mais responsabilidades.

Pais podem funcionar como barreiras para a independência dos filhos
O caminho para a independência deve ser trilhado passo a passo.
[Imagem: Michigan Medicine]

Por outro lado, um quarto dos pais admite seu próprio papel em impedir a independência do adolescente, dizendo que é mais rápido e menos trabalhoso fazer as coisas sozinhos (19%) ou que eles não pensam sobre como dar mais responsabilidade aos adolescentes (7%).

Ensinar a cuidar da saúde

Os pais deram a menor classificação de independência para seus filhos nas tarefas relacionadas a cuidados de saúde.

Quando se trata da saúde de seus filhos adolescentes, os pais podem se sentir responsáveis em garantir os cuidados adequados e que as recomendações médicas sejam seguidas, disse Clark.

"É crucial que os adolescentes comecem a tomar conta de sua saúde antes de entrarem na idade adulta, quando enfrentarão tarefas mais complexas. O superenvolvimento dos pais impede que os adolescentes ganhem experiência e confiança para serem independentes em todos os aspectos de suas vidas," acrescentou.

A pesquisadora recomenda que os pais se coloquem como um recurso de apoio, para serem consultados apenas se o adolescente não puder lidar com o assunto de forma independente. Os pais também devem estabelecer metas específicas e criar oportunidades para orientar seus filhos adolescentes na obtenção de experiência e confiança ao atingir essas metas.


Ver mais notícias sobre os temas:

Relacionamentos entre Pais e Filhos

Educação

Comportamento

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2019 www.diariodasaude.com.br. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.