26/08/2020

Acupuntura reduz inflamação em condições potencialmente fatais

Redação do Diário da Saúde
Acupuntura reduz inflamação em condições potencialmente fatais
Os experimentos representam uma etapa crítica para definir os mecanismos neuroanatômicos subjacentes à acupuntura.
[Imagem: 5petalpics/Pixabay]

Local, duração e intensidade da acupuntura

A acupuntura não apenas modula a inflamação: Novas descobertas revelam que o local, a intensidade e o momento da acupuntura afetam todo o curso da doença.

Estes novos resultados prometem servir de subsídio para os esforços para usar a acupuntura no tratamento de doenças marcadas por inflamações sérias, garante o professor Shenbin Liu, da Escola de Medicina de Harvard (EUA).

A equipe de Liu usou com sucesso a acupuntura para domar a "tempestade de citocinas" que marca a inflamação sistêmica, uma condição que pode levar à morte.

A acupuntura ativou diferentes vias de sinalização, que desencadearam uma resposta pró-inflamatória ou anti-inflamatória em animais de laboratório com uma inflamação sistêmica induzida por bactérias.

Além disso, a equipe descobriu que três fatores determinaram como a acupuntura afetou a resposta: o local de aplicação, a intensidade e o tempo de tratamento.

Em outras palavras, onde no corpo a estimulação ocorreu, quão forte ela foi e quando a estimulação foi administrada produziu efeitos dramaticamente diferentes nos marcadores inflamatórios e na sobrevivência das cobaias.

Acupuntura contra inflamação

A equipe afirma que seus experimentos representam uma etapa crítica para definir os mecanismos neuroanatômicos subjacentes à acupuntura, além de oferecerem um roteiro para o aproveitamento da abordagem para o tratamento de doenças inflamatórias.

Eles alertam, no entanto, que, antes de qualquer uso terapêutico, as observações devem ser confirmadas em pesquisas futuras - em animais e também em humanos - e os parâmetros ideais para a estimulação por acupuntura devem ser cuidadosamente definidos.

"Nossas descobertas representam um passo importante nos esforços contínuos não apenas para entender a neuroanatomia da acupuntura, mas também para identificar maneiras de incorporá-la ao arsenal de tratamentos das doenças inflamatórias, incluindo a sepse," disse Qiufu Ma, membro da equipe.

Checagem com artigo científico:

Artigo: Somatotopic Organization and Intensity Dependence in Driving Distinct NPY-Expressing Sympathetic Pathways by Electroacupuncture
Autores: Shenbin Liu, Zhi-Fu Wang, Yang-Shuai Su, Russell S. Ray, Xiang-Hong Jing, Yan-Qing Wang, Qiufu Ma
Publicação: Neuron
DOI: 10.1016/j.neuron.2020.07.015
Siga o Diário da Saúde no Google News

Ver mais notícias sobre os temas:

Acupuntura

Terapias Alternativas

Bactérias

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2019 www.diariodasaude.com.br. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.