02/12/2020

Antibiótico comum dá resultados promissores contra zika

Redação do Diário da Saúde
Antibiótico comum dá resultados promissores contra zika
Cérebro de uma cobaia infectada pelo vírus zika.
[Imagem: Nath Lab NIH/NINDS]

Antibiótico contra zika

Em 2015, centenas de crianças nasceram com deformidades cerebrais resultantes de um surto global de infecções pelo vírus zika.

Tentando preparar uma resposta mais eficiente para a ameaça, pesquisadores do Instituto Nacional de Saúde dos EUA usaram uma variedade de técnicas avançadas de triagem de medicamentos para testar mais de 10.000 substâncias em busca de uma cura.

Para sua surpresa, eles descobriram que o antibiótico metaciclina, amplamente usado em todo o mundo, é eficaz na prevenção das infecções cerebrais e na redução dos problemas neurológicos associados ao vírus zika.

Além disso, eles descobriram que medicamentos originalmente concebidos para combater a doença de Alzheimer e a inflamação também podem ajudar a combater essas infecções.

"Esperamos que esses resultados promissores sejam um bom primeiro passo para preparar o mundo para combater o próximo potencial surto," disse o Dr. Avindra Nath.

Tetraciclinas contra zika

As tetraciclinas são drogas aprovadas, conhecidas por atravessar a placenta de mulheres grávidas. Por isso os pesquisadores se concentraram na metaciclina, demonstrando que ela pode reduzir alguns problemas de neurodesenvolvimento causados pelo zika.

Por exemplo, camundongos recém-nascidos infectados com zika que foram tratados com metaciclina apresentaram melhor equilíbrio e movimentação mais fácil do que aqueles que receberam placebo. Exames cerebrais indicam que isso acontece porque o antibiótico reduz as infecções e os danos neurais.

"Estes resultados sugerem que os antibióticos à base de tetraciclina podem pelo menos ser eficazes na prevenção dos problemas neurológicos associados às infecções pelo vírus zika," disse a Dra. Rachel Abrams. "Dado que são amplamente utilizados, esperamos poder testar rapidamente seu potencial em ensaios clínicos."

No entanto, os antibióticos não neutralizaram completamente os danos causados pelo vírus zika. O peso dos animais infectados com o vírus foi menor do que o dos animais de controle, independentemente de eles terem sido tratados com metaciclina ou não.

Checagem com artigo científico:

Artigo: Therapeutic candidates for the Zika virus identified by a high-throughput screen for Zika protease inhibitors
Autores: Rachel P. M. Abrams, Adam Yasgar, Tadahisa Teramoto, Myoung-Hwa Lee, Dorjbal Dorjsuren, Richard T. Eastman, Nasir Malik, Alexey V. Zakharov, Wenxue Li, Muzna Bachani, Kyle Brimacombe, Joseph P. Steiner, Matthew D. Hall, Anuradha Balasubramanian, Ajit Jadhav, Radhakrishnan Padmanabhan, Anton Simeonov, Avindra Nath
Publicação: Proceedings of the National Academy of Sciences
DOI: 10.1073/pnas.2005463117
Siga o Diário da Saúde no Google News

Ver mais notícias sobre os temas:

Neurociências

Medicamentos

Vírus

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2021 www.diariodasaude.com.br. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.