Aparelho portátil detecta inúmeras doenças por US$1

Aparelho portátil detecta inúmeras doenças por US$1
O biochip representa uma verdadeira revolução nos exames. Os resultados são mostrados na tela do celular.
[Imagem: NUS]

Exame de múltiplas doenças

Uma equipe multidisciplinar de pesquisadores da Universidade Nacional de Cingapura desenvolveu um aparelho portátil e fácil de usar para fazer uma triagem rápida e precisa de doenças, em substituição aos tradicionais exames de laboratório.

Esta plataforma versátil pode ser configurada para detectar uma ampla gama de doenças, desde doenças infecciosas emergentes (como zika e ebola) e infecções de alta prevalência (como hepatite, dengue e malária), até vários tipos de câncer e doenças genéticas.

O exame leva entre 30 minutos e uma hora para dar o resultado, que sai na tela de um celular, o que é de duas a quatro vezes mais rápido do que os métodos existentes para o diagnóstico de infecções.

Quando chegar ao mercado, a expectativa é que cada kit custe menos de US$ 1, o que é 100 vezes menos do que o custo atual de realizar testes semelhantes. A tecnologia foi batizada de ENVision, sigla em inglês para "Nanocomplexos para identificação visual de ácidos nucleicos assistida por enzimas".

"A plataforma enVision é extremamente sensível, precisa, rápida e de baixo custo. Ela funciona a temperatura ambiente e não requer aquecedores ou bombas especiais, o que a torna muito portátil. Com esta invenção, os testes podem ser feitos no consultório, por exemplo, em clínicas comunitárias ou enfermarias hospitalares, para que o monitoramento da doença ou tratamento possa ser administrado em tempo hábil para alcançar melhores resultados para os pacientes," disse o professor Shao Huilin, coordenadora da equipe.

Sensibilidade e especificidade

Como teste inicial para validar o desempenho do enVision, a equipe usou o papilomavírus humano (HPV), associado ao câncer do colo do útero.

Em comparação com o padrão-ouro clínico, a nova tecnologia demonstrou sensibilidade e especificidade superiores - a sensibilidade é a capacidade do exame de identificar indivíduos verdadeiramente positivos, ou seja, de diagnosticar corretamente a doença, enquanto a especificidade é a capacidade do exame de identificar os verdadeiros negativos, ou seja, diagnosticar corretamente os indivíduos sadios.

"A enVision não só é capaz de detectar com precisão diferentes subtipos da mesma doença, mas também é capaz de detectar diferenças dentro de um subtipo específico de uma determinada doença para identificar infecções anteriormente indetectáveis," acrescentou a professora Shao.

A equipe está trabalhando agora em um módulo de preparação das amostras - para extração e tratamento do material contendo o DNA - para ser integrado à plataforma para facilitar seu uso no consultório.


Ver mais notícias sobre os temas:

Exames

Biochips

Atendimento Médico-Hospitalar

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2018 www.diariodasaude.com.br. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.