Bebês em incubadoras serão monitorados com tecnologia sem fio

Bebês em incubadoras serão monitorados com tecnologia sem fio
A tecnologia de monitoramento sem fios já está sendo avaliada em testes clínicos.
[Imagem: Ha Uk Chung et al. - 10.1126/science.aau0780]

Sem fios e com contato humano

Um novo sistema de sensores flexíveis permite monitorar de maneira menos invasiva os sinais vitais de alguns dos pacientes mais frágeis do mundo - bebês nascidos prematuros ou com doenças debilitantes.

Além de melhorar o bem-estar das crianças, esta nova tecnologia possibilitará que os pais tenham contato pele a pele com os recém-nascidos, o que não é permitido hoje na maioria dos casos, embora se saiba que um toque de amor é crítico para os bebês prematuros.

O sistema elimina o grande número de fios e eletrodos necessários para leitura dos sinais - além de serem flexíveis e moldáveis à pele, os novos sensores usam a tecnologia de comunicação sem fios.

Monitoramento da saúde de bebês

Os bebês prematuros normalmente exigem um monitoramento constante e cuidadoso dos sinais vitais, incluindo temperatura, frequência cardíaca e respiratória, pressão sanguínea, nível de oxigênio no sangue etc.

No entanto, apesar de sua essencialidade, a teia de fios interfere com outros tipos de cuidados clínicos ou testes e os eletrodos podem ferir a pele frágil do bebê. Além disso, a fiação atrapalha o contato pele a pele, impedindo que os pais segurem seus filhos recém-nascidos.

Por isso, Ha Uk Chung e seus colegas da Universidade Northwestern (EUA) desenvolveram um sistema de monitoramento de sinais vitais sem fio e sem bateria, que usa um par de sensores ultrafinos que dependem apenas da água para aderir delicadamente à pele sensível dos bebês.

Bebês em incubadoras serão monitorados com tecnologia sem fio
Os sensores são finos e flexíveis e não precisam de conexão por fios.
[Imagem: Ha Uk Chung et al. - 10.1126/science.aau0780]

O dispositivo é capaz de coletar e processar dados completos de sinais vitais e transmiti-los sem fio em tempo real para um computador externo.

Testes preliminares e os estudos clínicos em andamento estão demonstrando uma eficácia comparável à dos mais avançados sistemas de monitoramento de padrões clínicos.


Ver mais notícias sobre os temas:

Sensores

Cuidados com o Recém-nascido

Exames

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2018 www.diariodasaude.com.br. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.