Brasil espera bater recorde de doação de órgãos em 2018

Brasil espera bater recorde de doação de órgãos em 2018
A expectativa do Ministério da Saúde é realizar 24,6 mil transplantes até o final do ano.
[Imagem: Elza Fiúza/Agência Brasil]

Doações de órgãos

O Ministério da Saúde espera atingir, até o final do ano, o maior número de doação de órgãos desde 2014.

Entre janeiro e junho deste ano foi registrado um crescimento de 7%, em relação ao ano passado no número de doadores efetivos de órgãos - aqueles que iniciaram a cirurgia para a retirada de órgãos com a finalidade de transplante.

O número de doadores no primeiro semestre passou de 1.653 em 2017 para para 1.765 em 2018 e a expectativa é chegar a 3.530 até o final do ano.

O Ministério da Saúde estima que vai alcançar recorde nos transplantes de fígado (2.222), pulmão (130), coração (382) e medula óssea (2.684), até o final de 2018.

Entre os órgãos que têm mais demanda do que oferta para doação, o pulmão é o que apresenta maior defasagem. A demanda potencial desse órgão para atender uma população de 210 milhões de pessoas seria de 1,6 mil doações.

Transplantes

A expectativa do Ministério da Saúde é realizar 24,6 mil transplantes até o final do ano, sendo 8.690 de órgãos sólidos (coração, fígado, pâncreas, pulmão, rim e pâncreas) - maior número dos últimos oito anos.

Os transplantes de córnea apontam redução em 2018 em razão da redução da lista de espera em alguns estados. Amazonas, Ceará, Goiás, Pernambuco e Paraná são considerados em situação de lista zerada com relação ao transporte de córnea.

O Ministério da Saúde repassa recursos para estados e municípios qualificarem profissionais de saúde envolvidos nos processos de doação de órgãos e tecidos. O orçamento federal para esta área é de R$ 1 bilhão. O Ministério da Saúde irá realizar 74 oficinas de capacitação para 4 mil médicos até 2020 em atendimento à nova resolução do Conselho Federal de Medicina (CFM) para o diagnóstico da morte encefálica.


Ver mais notícias sobre os temas:

Transplantes

Cirurgias

Saúde Pública

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2018 www.diariodasaude.com.br. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.