27/04/2022

China relata primeiro caso de infecção humana pelo vírus H3N8

Redação do Diário da Saúde

H3N8

A Comissão Nacional de Saúde da China (NHC) relatou o primeiro caso conhecido de infecção humana pelo vírus aviário H3N8.

A vítima é uma criança de quatro anos de idade, residente na província de Henan, ou Rio do Sul, uma região central de importância histórica, tida como o berço da civilização chinesa.

A chamada gripe aviária é uma infecção que se espalha entre as aves, mas vez por outra "dá o salto" e infecta humanos, causando quadros similares à mais tradicional influenza, ou gripe comum.

A criança só teve febre e passa bem, e as autoridades chinesas afirmam que todos os indícios apontam que o vírus não deverá se transmitir de um humano para outro.

De fato, o vírus H3N8 está espalhado globalmente e já foi identificado em aves, cães, cavalos e até focas, mas este é o primeiro caso relatado de infecção humana.

O maior surto de gripe aviária ocorreu em 2005, quando uma cepa do vírus H5N1 forçou o abate de 140 milhões de aves para impedir a propagação da infecção.

No mês passado, as autoridades chinesas também relataram casos de infecção humana pelo vírus H7N9, este sim, transmissível entre humanos e que já vem sendo monitorado pela OMS (Organização Mundial da Saúde) há quase uma década. Contudo, depois de um começo preocupante, o H7N9 perdeu força e parece já não mais ser tão infeccioso quanto no início.

Siga o Diário da Saúde no Google News

Ver mais notícias sobre os temas:

Vírus

Epidemias

Infecções

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2022 www.diariodasaude.com.br. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.