09/02/2021

Sincronia dos ciclos menstruais com fases da Lua varia com idade

Redação do Diário da Saúde
Ciclos menstruais sincronizam-se com ciclos da Lua
A sincronia entre ciclo fértil e ciclos da Lua é um saber milenar, registrado nas mais diversas civilizações - mas a ciência tem tido dificuldade em incorporá-lo.
[Imagem: C. Helfrich-Förster et al. - 10.1126/sciadv.abe1358]

Ciclos menstruais e a Lua

Uma análise de longo prazo dos registros do ciclo menstrual mantidos por 22 mulheres mostrou que aquelas com ciclos que duram mais de 27 dias sincronizam-se intermitentemente com os ciclos da intensidade da luz do luar e da atração gravitacional da Lua.

Mas esse sincronismo deixou de existir à medida que as mulheres envelheciam ou quando eram expostas à luz artificial à noite.

Para explicar esses dados, os pesquisadores levantaram a hipótese de que o comportamento reprodutivo humano pode ter sido sincronizado com a Lua durante os tempos antigos, mas que isso mudou com o surgimento de estilos de vida modernos e a exposição cada vez maior dos humanos à luz artificial à noite.

Embora pesquisas anteriores já tenham indicado que mulheres com ciclos menstruais mais parecidos com as fases lunares podem ter maior probabilidade de engravidar, a influência lunar na reprodução humana continua sendo um assunto controverso entre os cientistas - fora da academia, este é um saber milenar, registrado nas mais diversas civilizações.

Uma das explicações para a dificuldade dos cientistas em encontrar explicações para esse saber popular é que é muito difícil, demorado e caro fazer estudos de longo prazo.

Para resolver este mistério de longa data, Charlotte Helfrich-Forster e seus colegas em Würzburg e Munique (Alemanha) e Quilmes (Argentina) examinaram dados de longo prazo sobre o início dos ciclos menstruais abrangendo uma média de 15 anos, incluindo registros de 15 mulheres com idades até 35 anos e 17 mulheres com mais de 35 anos.

Ciclos menstruais sincronizam-se com ciclos da Lua
Os efeitos da Lua sobre a menstrução incluem sua luminosidade e sua atração gravitacional.
[Imagem: C. Helfrich-Förster et al. - 10.1126/sciadv.abe1358]

Distância da Lua e idade

Para descobrir todos os momentos durante os quais os ciclos menstruais das mulheres ocorriam em sincronia com os ciclos lunares, os pesquisadores plotaram os dados como gráficos raster (gráficos que mostram relações baseadas no tempo), juntamente com as flutuações nas fases da Lua.

Eles descobriram que os ciclos menstruais da maioria das mulheres se alinhavam com o mês sinódico (o tempo que a Lua leva para percorrer todas as suas fases) em determinados intervalos.

Os ciclos menstruais também se alinham com o mês tropical (os 27,32 dias que a Lua leva para passar duas vezes pelo mesmo ponto de equinócio) 13,1% do tempo em mulheres de 35 anos ou mais jovens e 17,7% do tempo em mulheres acima de 35 anos, sugerindo que a menstruação também é afetada por mudanças nas forças gravimétricas da Lua.

Além disso, os pesquisadores observaram uma maior sincronização entre os ciclos lunar e menstrual durante as noites mais longas de inverno, quando as mulheres experimentavam uma exposição prolongada ao luar.

Embora a luminescência da Lua e os ciclos gravitacionais, tomados individualmente, pareçam afetar apenas fracamente os ciclos menstruais, os resultados sugerem que esses ciclos exibem um efeito mais forte juntos, com os ciclos menstruais mais em sincronia com os ritmos lunares quando a Lua está mais próxima da Terra.

Checagem com artigo científico:

Artigo: Women temporarily synchronize their menstrual cycles with the luminance and gravimetric cycles of the Moon
Autores: C. Helfrich-Förster, S. Monecke, I. Spiousas, T. Hovestadt, O. Mitesser, T. A. Wehr
Publicação: Science Advances
Vol.: 7, no. 5, eabe1358
DOI: 10.1126/sciadv.abe1358
Siga o Diário da Saúde no Google News

Ver mais notícias sobre os temas:

Saúde da Mulher

Gravidez

Terapias Alternativas

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2021 www.diariodasaude.com.br. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.