Colesterol bom não é tão bom para mulheres após a meia-idade

As proteínas do HDL formam uma estrutura parecida com uma gaiola, que encapsula a sua carga de gordura. Mas mesmo o colesterol ruim não é tão ruim quanto se pensava.
[Imagem: University of Cincinnati]

Colesterol não tão bom

Fatores pós-menopausa podem ter um impacto sobre as qualidades protetoras do coração das lipoproteínas de alta densidade (HDL) - também conhecidas como "colesterol bom".

Em outras palavras, o famoso colesterol bom pode não ser tão protetor contra doenças cardiovasculares para as mulheres após a menopausa.

Isto coloca em questão o uso dos níveis de colesterol HDL em uma equação largamente utilizada pelos médicos para prever o risco de doenças cardíacas - particularmente para as mulheres, dizem Samar El Khoudary e seus colegas da Universidade de Pittsburgh (EUA).

O HDL é uma família de partículas encontradas no sangue que variam em tamanho e conteúdo de colesterol. O HDL tem sido tradicionalmente medido como o total de colesterol transportado pelas partículas HDL. O colesterol HDL, no entanto, não reflete necessariamente a concentração total, a distribuição desigual, ou o conteúdo e a função das partículas de HDL.

HDL após menopausa

As características de proteção ao coração do HDL são bem documentadas. Essas proteínas de alta densidade carregam as gorduras para longe do coração, reduzindo o acúmulo de placas e diminuindo o potencial de doenças cardiovasculares.

Contudo, mais recentemente se demonstrou que colesterol "bom" demais mais do que dobra a taxa de mortalidade.

"Este estudo confirma nosso trabalho anterior [de que o "colesterol bom" pode fazer mal na menopausa] em um grupo diferente de mulheres e sugere que os médicos precisam dar uma olhada mais detalhada no tipo de HDL nas mulheres de meia-idade e mais velhas, porque o colesterol HDL mais alto nem sempre é tão protetor nas mulheres na pós-menopausa quanto se pensava. Um colesterol HDL total elevado nas mulheres na pós-menopausa poderia mascarar um risco significativo de doença cardíaca que ainda precisamos entender," disse El Khoudary.

Curiosamente, outro estudo recente demonstrou que o colesterol LDL, aquele chamado de "ruim", faz muito bem na terceira idade.


Ver mais notícias sobre os temas:

Saúde da Mulher

Sistema Circulatório

Coração

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2018 www.diariodasaude.com.br. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.