Colete salva-vidas infla automaticamente quando criança cai na água

Colete salva-vidas infla automaticamente quando criança cai na água
Assim que se molha, o colar salva-vidas infla em 3 a 4 segundos.
[Imagem: KTU]

Salva-vidas com airbag

Uma equipe de pesquisadores da Universidade de Tecnologia de Kaunas (Lituânia) desenvolveu um protótipo de salva-vidas inteligente que infla assim que entra em contato com a água, mantendo a cabeça do seu utilizador acima da superfície mesmo quando a pessoa não tem condições de acionar um equipamento - ferida ou em pânico, por exemplo.

O principal objetivo da equipe é proteger as crianças. O afogamento é uma das causas mais frequentes de morte acidental em crianças pequenas (1-4 anos). Isso acontece principalmente em lagos e rios, e a supervisão dos pais nem sempre é suficiente para evitar esses acidentes.

"Nosso colete salva-vidas funciona de forma parecida com um airbag em um carro. Assim que o sensor instalado no colar toca a água, ele ativa o mecanismo de liberação, que infla totalmente os airbags em 3 a 4 segundos, elevando o usuário à superfície da água. A cabeça do nadador é mantida sobre a água e ele ou ela não pode se afogar," disse Tadas Juknius, o autor da ideia.

O colete inflável - que na verdade é um colar - pesa aproximadamente 120 gramas, o peso de um celular. Ele deve ser usado ao redor do pescoço e seu criador garante que ele não restringe os movimentos da criança.

"Nós apresentamos nosso protótipo em feiras internacionais e recebemos críticas muito positivas. A próxima etapa é projetar um protótipo para produção em massa," disse Kristina Judine, que se tornou sócia de Juknius em uma empresa que está tentando comercializar a tecnologia.


Ver mais notícias sobre os temas:

Equipamentos Médicos

Acidentes

Prevenção

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2018 www.diariodasaude.com.br. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.