04/07/2022

A surpreendente conexão entre covid e aparecimento do diabetes

Redação do Diário da Saúde
A surpreendente conexão entre covid e aparecimento do diabetes
A infecção por SARS-CoV-2 prejudica a expressão transcricional da via de sinalização de insulina/IGF no pulmão, tecido adiposo do fígado e células pancreáticas.
[Imagem: Jihoon Shin et al. - 10.1016/j.metabol.2022.155236]

Covid e diabetes

Já está bem documentado o fato de que a doença do novo coronavírus (covid-19), apesar de ser transmitida pela respiração do vírus SARS-CoV-2, pode ter efeitos nocivos muito além dos pulmões.

Agora, pesquisadores do Japão identificaram um gene fundamental que medeia os efeitos da infecção por SARS-CoV-2 sobre o metabolismo do açúcar no sangue.

Jihoon Shin e seus colegas da Universidade de Osaka descobriram que a covid-19 pode causar problemas no metabolismo e, algumas vezes, até diabetes, ao interferir na sinalização da insulina.

"A via de sinalização de insulina/IGF é uma via chave na regulação do metabolismo energético e na sobrevivência das células," explicou Shin. "Portanto, suspeitamos que o SARS-CoV-2 afeta essa via de sinalização para causar problemas com a regulação do açúcar no sangue."

Para testar essa hipótese, os pesquisadores analisaram conjuntos de dados de expressão gênica de amostras in vitro, modelos in vivo e pacientes infectados com SARS-CoV-2. Eles procuraram especificamente por genes que fossem visivelmente super ou subexpressos, em comparação com pacientes, animais ou células não infectados.

"Os resultados foram surpreendentes," contou o professor Iichiro Shimomura. "A infecção com SARS-CoV-2 afetou a expressão de componentes da via de sinalização de insulina/IGF no pulmão, fígado, tecido adiposo e células pancreáticas. Além disso, essas alterações foram atribuídas em parte à ativação do fator regulador de interferon 1 (IRF1)."

Efeitos da covid no metabolismo

A equipe prosseguiu com as investigações e verificou que a expressão do IRF1 é elevada em pacientes mais velhos, homens, indivíduos obesos e pacientes com diabetes. O efeito sinergístico de idade avançada, sexo masculino, obesidade e diabetes com SARS-CoV-2 significa que a expressão de IRF1 ocorre em uma taxa aumentada, o que pode explicar por que esses pacientes são mais vulneráveis à covid-19.

Além disso, pacientes críticos com covid-19 apresentaram maior expressão de IRF1 e menos genes da via de sinalização de insulina/IGF no sangue, em comparação com pacientes não críticos. Finalmente, o tratamento de células e cobaias infectadas por SARS-CoV-2 com fatores hormonais que diminuem a expressão do IRF1 melhorou a sinalização de insulina/IGF.

Dado o impacto devastador que a covid-19 pode ter em vários sistemas de órgãos, estratégias de tratamento que possam diminuir o efeito da doença no metabolismo do açúcar no sangue podem ser de vital importância: Ao identificar pacientes com maior risco de experimentar esses efeitos e intervir para diminuir a ativação do IRF1, algumas das graves consequências do covid-19 podem ser evitadas em populações suscetíveis, disse a equipe.

Checagem com artigo científico:

Artigo: SARS-CoV-2 infection impairs the insulin/IGF signaling pathway in the lung, liver, adipose tissue, and pancreatic cells via IRF1
Autores: Jihoon Shin, Shinichiro Toyoda, Shigeki Nishitani, Shunbun Kita, Atsunori Fukuhara, Iichiro Shimomura
Publicação: Metabolism
DOI: 10.1016/j.metabol.2022.155236
Siga o Diário da Saúde no Google News

Ver mais notícias sobre os temas:

Vírus

Sistema Respiratório

Alimentação e Nutrição

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2022 www.diariodasaude.com.br. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.