04/05/2022

Descoberta nova célula essencial para saúde bucal

Redação do Diário da Saúde
Descoberta nova célula essencial para saúde das glândulas salivares
Ionócitos epiteliais que expressam FGF10 (vermelho) entram em contato direto com células mioepiteliais contráteis (verde), que liberam saliva dos ductos (núcleos mostrados em azul). Sua manutenção é uma função importante dessas novas células.
[Imagem: Scripps Research]

Ionócito

Cientistas descobriram um tipo especial de célula que reside nas glândulas salivares e parece ser crucial para a saúde bucal.

A nova célula da glândula salivar, de um tipo conhecido como ionócito, trabalha para manter concentrações saudáveis na saliva de moléculas eletricamente carregadas, ou íons, de potássio, cálcio, cloro e outros eletrólitos.

Os cientistas também descobriram que esse tipo de ionócito secreta um fator de crescimento essencial, chamado fator de crescimento de fibroblastos 10, ou FGF10, sugerindo que a célula tem um papel adicional no reparo das glândulas salivares após uma lesão.

"Estas são células únicas, e esperamos que, ao estudá-las, possamos desenvolver melhores tratamentos para as muitas condições médicas que afetam as glândulas salivares e glândulas relacionadas, como as glândulas lacrimais," disse a Dra Helen Makarenkova, do Instituto de Pesquisas Scripps (EUA).

Importância da saliva

As glândulas salivares produzem a saliva, que torna muito mais fácil engolir os alimentos. A saliva também contém enzimas que auxiliam na digestão, anticorpos e outros elementos imunológicos para proteger contra infecções e concentrações bem ajustadas de diferentes íons para manter a saúde geral dos dentes e tecidos orais.

As glândulas salivares podem ser danificadas pela radioterapia relacionada ao câncer na região da cabeça e pescoço e outras condições médicas, incluindo distúrbios autoimunes.

Após a identificação da célula, a equipe se concentrou em uma proteína de fator de crescimento, a FGF10, que é importante para o desenvolvimento inicial das glândulas salivares, e suspeita-se que tenha uma função de manutenção e reparo nas glândulas salivares adultas. O objetivo dos cientistas era descobrir o tipo de célula que produz FGF10 nas glândulas salivares adultas.

Eles descobriram que, enquanto as células mesenquimais chamadas fibroblastos produzem FGF10 em camundongos muito jovens, um tipo de célula muito diferente - um tipo de célula epitelial de revestimento de ductos salivares - assume a produção a partir da segunda semana de vida.

Boca e olho secos

Esta célula epitelial produtora de FGF10 possui marcadores moleculares que indicam que se trata de um ionócito, um tipo de célula evolutivamente antigo, que mantém níveis adequados de íons e moléculas relacionadas nos tecidos locais.

Entre os produtos desse ionócito está a proteína reguladora da condutância transmembrana da fibrose cística (CFTR) - esta proteína é mais conhecida como a causa da doença pulmonar fibrose cística quando está ausente nos pulmões por mutação hereditária.

No entanto, ela também é conhecida por ter um papel importante nas glândulas salivares e lacrimais, onde sua deficiência contribui para uma síndrome comum, inflamatória, de boca ou olho seco, chamada síndrome de Sjomlgren. A identificação do tipo de célula que produz CFTR na glândula salivar adulta pode, assim, levar a melhores terapias para esta síndrome, disseram os pesquisadores.

Checagem com artigo científico:

Artigo: A mesenchymal to epithelial switch in Fgf10 expression specifies an evolutionary-conserved population of ionocytes in salivary glands
Autores: Olivier Mauduit, Marit H. Aure, Vanessa Delcroix, Liana Basova, Amrita Srivastava, Takeshi Umazume, Jacqueline W. Mays, Saverio Bellusci, Abigail S. Tucker, Mohammad K. Hajihosseini, Matthew P. Hoffman, Helen P. Makarenkova
Publicação: Cell Reports
Vol.: 39, Issue 2, 11066339
DOI: 10.1016/j.celrep.2022.110663
Siga o Diário da Saúde no Google News

Ver mais notícias sobre os temas:

Saúde Bucal

Olhos e Visão

Sistema Imunológico

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2022 www.diariodasaude.com.br. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.