21/02/2022

Criatividade é avaliada de modo diferente em diferentes culturas

Redação do Diário da Saúde
Diferenças culturais afetam a avaliação da criatividade
ETs podem ser parecidos com humanos, mas também podem ser muito diferentes - tudo depende da criatividade.
[Imagem: Kharkhurin & Yagolkovskiy - 10.3389/fpsyg.2021.764213]

Criatividade cultural

Pessoas de diferentes culturas avaliam a criatividade de outras pessoas de forma diferente.

Os russos, por exemplo, tendem a acreditar que quanto mais incomum é um desenho, mais criativo ele é, enquanto os participantes dos Emirados Árabes Unidos tendem a acreditar exatamente o contrário.

Esta é a conclusão de Anatoliy Kharkhurin (Universidade de Sharjah, nos Emirados Árabes Unidos) e Sergey Yagolkovskiy (Universidade HSE, na Rússia).

Na primeira etapa do experimento, os pesquisadores pediram a alunos dos dois países para imaginar, desenhar e descrever uma criatura que vive em outro planeta. Este teste foi usado para avaliar a capacidade dos entrevistados de pensar fora da caixa.

As imagens foram analisadas quanto a três características: Simetria bilateral, dois olhos e quatro membros. Criaturas alienígenas com todas as três propriedades se assemelham a representações familiares de humanos e animais na Terra, mas um alienígena pode ser desenhado sem estar em conformidade com essas regras.

Em seguida, os desenhos foram avaliados por membros de júris formados na Rússia e nos Emirados Árabes Unidos, com 106 estudantes com idades entre 17 e 26 anos, metade em cada país.

Diferenças culturais afetam a avaliação da criatividade
Imagens de alienígenas desenhados por estudante da Rússia (esquerda) e por estudante dos Emirados Árabes (direita).
[Imagem: Kharkhurin & Yagolkovskiy - 10.3389/fpsyg.2021.764213]

Diferentes criatividades

O júri russo concedeu pontos muito mais generosamente do que seus colegas dos Emirados, independentemente da nacionalidade do autor. Desenhos de estudantes russos receberam 3,12 pontos do júri russo e 2,54 pontos dos juízes dos Emirados, em comparação com 2,33 do júri russo e 1,94 pontos do júri dos Emirados para os desenhos dos alunos dos Emirados.

A análise dos dados mostrou que as diferenças nas pontuações estavam relacionadas ao quão familiar os alienígenas pareciam.

Na primeira fase do experimento, ao desenhar alienígenas, os alunos dos Emirados Árabes se desviaram das características típicas com menos frequência do que os alunos russos. Isso pode ser porque os alunos dos Emirados gostem menos de uma tarefa criativa que exija quebrar regras.

O grupo dos Emirados Árabes viu os desenhos mais inusitados como menos atraentes e, portanto, os avaliou como menos criativos. Os participantes russos, ao contrário, acreditavam que, quanto menos um alienígena se parecesse com um animal terrestre ou um humano, mais criativo seria o desenho.

"Pessoas de diferentes culturas avaliam o trabalho criativo de forma diferente. Representantes de países 'ocidentais' valorizam a inovação e a originalidade nas obras de arte, enquanto as pessoas de culturas 'orientais' valorizam a estética e a autenticidade das obras de arte. É por isso que, nos países ocidentais, a violação dos padrões comuns é apreciada, enquanto nos países orientais são vistas com desaprovação," avaliou Kharkhurin.

Checagem com artigo científico:

Artigo: Cultural Variations in Evaluation of Creative Work: A Comparison of Russian and Emirati Samples
Autores: Anatoliy V. Kharkhurin, Sergey R. Yagolkovskiy
Publicação: Frontiers in Psychology
DOI: 10.3389/fpsyg.2021.764213
Siga o Diário da Saúde no Google News

Ver mais notícias sobre os temas:

Criatividade

Educação

Mente

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2022 www.diariodasaude.com.br. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.