Dos 16 aos 66: Você será a mesma pessoa daqui a 50 anos?

Amadurecimento pessoal

Quanto a personalidade de uma pessoa muda entre o ensino médio e a aposentadoria?

A resposta depende se você está se comparando com os outros ou com o seu eu mais jovem.

Regra geral, no meio século que vai dos 16 aos 66 anos de idade, sua personalidade mudará, e com o tempo você se tornará emocionalmente mais estável.

Mas não se compare com os outros: As pessoas que são as mais estáveis emocionalmente entre seus colegas na juventude provavelmente continuarão sendo as mais estáveis à medida que envelhecem.

"Os rankings de traços de personalidade permanecem razoavelmente consistentes. As pessoas que são mais conscienciosas do que as outras aos 16 anos são mais conscienciosas do que as outras aos 66 anos. Mas, em média, todas se tornam mais conscienciosas, mais estáveis emocionalmente e mais agradáveis," disse Rodica Damian, professora de psicologia da Universidade de Houston (EUA).

Personalidade

A personalidade é descrita como os padrões de pensamentos, sentimentos e comportamentos, consistindo em cinco características principais: conscienciosidade, agradabilidade, abertura a experiências, extroversão e estabilidade emocional.

A combinação desses traços - o quão dominante cada traço é em um determinado indivíduo em relação aos outros traços - compõe o perfil de personalidade da pessoa.

Os dados revelaram que há diferenças de gênero na personalidade em qualquer idade, contou Damian. Mas, no geral, homens e mulheres mudaram ao longo da vida de forma similar.

"Nossas descobertas sugerem que a personalidade tem um componente estável ao longo da vida, tanto no nível dos traços quanto no perfil, e que a personalidade também é maleável e as pessoas amadurecem à medida que envelhecem," escreveu a equipe em seu artigo, publicado no Journal of Personality and Social Psychology.

Mudanças na personalidade

Esta é a primeira vez que a personalidade de um grupo de pessoas é estudada de forma consistente ao longo de 50 anos.

E a principal conclusão é que os padrões amplos de pensamentos, sentimentos e comportamentos - a personalidade - mudam, e essa mudança parece se acumular com o tempo.

Ainda assim, ressalta Damian, os dados revelam diferenças individuais nas mudanças de personalidade ao longo do tempo, com algumas pessoas mudando mais do que outras e algumas mudando de formas mais desadaptativas ou prejudiciais.


Ver mais notícias sobre os temas:

Comportamento

Sentimentos

Relacionamentos

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2018 www.diariodasaude.com.br. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.