Ensaio clínico vai avaliar uso da natureza como medicina

Ensaio clínico vai avaliar uso da natureza como medicina
Este será o primeiro estudo médico controlado a aferir o quanto a natureza faz bem à saúde.
[Imagem: CC0 Public Domain/Pixabay]

Natureza como medicina

A expressão "medicina natural" está tomando uma nova forma na pequena cidade de Louisville, nos EUA - na verdade, a ênfase agora é "natureza como medicina".

A cidadezinha, localizada no estado de Kentucky, nunca foi conhecida como um foco de ação ambiental ou de inovação, mas isso está mudando graças a uma colaboração inédita entre pesquisadores e profissionais de saúde pública, líderes comunitários e ambientalistas.

O Projeto Coração Verde, financiado em parte pelos Institutos Nacionais de Saúde dos Estados Unidos, vai plantar árvores em bairros da cidade e monitorar como elas afetam a saúde dos moradores.

Não é um experimento qualquer, é um ensaio clínico controlado com o mesmo rigor com que são feitos os ensaios para validação e aprovação de medicamentos.

A diferença é que agora será a natureza a ser avaliada como uma intervenção médica.

Além de ser um marco em termos mundiais, o ensaio clínico representa uma nova maneira de pensar sobre o papel da conservação na solução de problemas humanos.

Essa abordagem faz parte de um modelo emergente de colaboração intersetorial que visa criar uma sociedade pronta para os desafios de sustentabilidade que se avizinham, conforme o mundo precisará migrar para uma economia circular, sem o lixo e os desperdícios na escala existente atualmente.


Ver mais notícias sobre os temas:

Terapias Alternativas

Medicamentos Naturais

Plantas Medicinais

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2018 www.diariodasaude.com.br. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.