Escrever uma carta de gratidão é mais poderoso do que imaginamos

Expressar gratidão

Não é só escrever um diário sobre seus sentimentos de gratidão que faz bem, escrever cartas com mensagens de gratidão também aumenta sua felicidade.

E escrever cartas de gratidão é uma experiência pró-social à qual as pessoas deviam se comprometer com mais frequência, afirmam Amit Kumar (Universidade do Texas em Austin) e Nicholas Epley (Universidade de Chicago), porque esse gesto melhora o bem-estar não apenas dos destinatários, mas também dos redatores das cartas.

Kumar e Epley idealizaram três experimentos diferentes, nos quais voluntários deviam escrever uma carta de agradecimento a alguém que tivesse feito algo de bom para eles e, a seguir, deviam prever a reação do destinatário.

"Analisamos o que está correlacionado com a probabilidade de as pessoas expressarem gratidão - o que impulsiona essa escolha - e o que descobrimos é que as previsões ou expectativas desse ato inesperado, a antecipação de como um destinatário se sentiria - essas são as coisas que importam quando as pessoas estão decidindo se devem expressar gratidão ou não," disse Kumar.

Relaxe e agradeça

O que se viu nos experimentos foi que a ansiedade sobre o que dizer ou o medo de que o gesto seja mal interpretado faz com que muitas pessoas evitem expressar gratidão genuína.

"Eu não acho que seja uma coisa da sociedade," opinou Kumar. "É mais fundamental, tem a ver com a forma como a mente humana funciona e com uma simetria bem estabelecida sobre como nos avaliamos e avaliamos as outras pessoas. Quando estamos pensando em nós mesmos, tendemos a pensar em como somos competentes e se vamos estar bem articulados ao expressar gratidão."

Se deixarmos essas autoavaliações e autocríticas de lado, poderemos ser mais felizes e fazer os outros mais felizes. Por isso, Kumar aposta que notas de agradecimento e cartas de gratidão devem ser escritas e enviadas com mais frequência.

"O que nós vimos é que leva apenas alguns minutos para compor cartas como estas, profundas e sinceras," disse Kumar. "Custa pouco, mas os benefícios são maiores do que as pessoas esperam."

O estudo foi publicado na revista Psychological Science.


Ver mais notícias sobre os temas:

Emoções

Relacionamentos

Felicidade

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2018 www.diariodasaude.com.br. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.