05/10/2020

Escrever à mão torna você mais inteligente

Redação do Diário da Saúde
Escrever à mão torna você mais inteligente
O cérebro dos adultos e das crianças ficou muito mais ativo ao escrever à mão do que ao digitar no teclado.
[Imagem: CC0 Public Domain/Pixabay]

Escrever à mão para ativar o cérebro

A tecnologia tem trazido grandes vantagens e facilitadores para a educação das crianças - incluindo benefícios cognitivos - mas algumas tarefas que estão sendo deixadas de lado podem anular esses ganhos.

É o caso de escrever à mão.

Na verdade, as perdas para as crianças parecem ser tão grandes que cientistas da Noruega estão defendendo a adoção de leis nacionais para garantir que as crianças recebam pelo menos um treinamento básico de caligrafia.

Os resultados de vários estudos mostraram que tanto crianças quanto adultos aprendem mais e lembram melhor do que estudaram quando escrevem à mão.

Agora, outro estudo confirmou esses resultados: Escolher a escrita à mão em vez de escrever usando um teclado resulta em melhor aprendizado e memória.

A professora Audrey van der Meer e seus colegas da Universidade Norueguesa de Ciência e Tecnologia investigaram isso várias vezes desde 2017, começando com análises da atividade cerebral dos estudantes.

Agora a equipe publicou um novo estudo no qual a atividade cerebral foi monitorada comparativamente em adultos jovens e crianças.

Escrever à mão torna você mais inteligente
Apesar de algumas preocupações com a luz azul-violeta dos celulares e tablets, outros estudos indicam que as crianças se desenvolvem mais com o uso da tecnologia.
[Imagem: CC0 Public Domain/Pixabay]

Viver uma vida autêntica

Os experimentos foram realizados usando um aparelho de EEG (eletroencefalograma) para registrar a atividade das ondas cerebrais, permitindo coletar dados objetivos.

O cérebro produz impulsos elétricos quando está ativo. Os sensores nos eletrodos do exame são muito sensíveis e captam essa atividade elétrica, eliminando os vieses que podem ocorrer quando as avaliações são realizadas por entrevistas ou provas.

Os resultados mostraram que o cérebro dos adultos jovens e das crianças ficou muito mais ativo ao escrever à mão do que ao digitar no teclado.

"O cérebro evoluiu ao longo de milhares de anos. Ele evoluiu para ser capaz de agir e navegar pelo comportamento apropriado. Para que o cérebro se desenvolva da melhor maneira possível, precisamos usá-lo naquilo que ele é melhor.

"Precisamos viver uma vida autêntica, temos que usar todos os nossos sentidos, estar ao ar livre, experimentar todos os tipos de clima e conhecer outras pessoas. Se não desafiarmos o nosso cérebro, ele não poderá atingir todo o seu potencial. E isso pode afetar o desempenho na escola," disse a professora Van der Meer.

Checagem com artigo científico:

Artigo: The importance of cursive handwriting over typewriting for learning in the classroom: A high-density EEG study of 12-year-old children and young adults
Autores: Eva Ose Askvik, Frederikus Van der Weel, Audrey Van der Meer
Publicação: Frontiers in Psychology
DOI: 10.3389/fpsyg.2020.01810
Siga o Diário da Saúde no Google News

Ver mais notícias sobre os temas:

Educação

Mente

Cérebro

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2020 www.diariodasaude.com.br. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.