17/02/2022

Homens e mulheres desenvolvem sabedorias diferentes

Redação do Diário da Saúde
Homens e mulheres desenvolvem sabedorias diferentes
Apesar dos testes longos usados na pesquisa, sete questões bastam para dizer o quanto você é sábio.
[Imagem: CC0 Public Domain/Pixabay]

Escalas de sabedoria

Psicólogos têm mostrado ao longo dos anos que a sabedoria é um traço de personalidade que serve de base para uma boa saúde mental e para o bem-estar - parece que a sabedoria é uma questão de mente e de coração.

Agora, os pesquisadores queriam saber se há diferenças de gênero em relação à sabedoria.

Foram avaliadas as diferenças de gênero na sabedoria e nos construtos associados, incluindo depressão, solidão, bem-estar, otimismo e resiliência, usando duas escalas validadas diferentes

Participaram do estudo 659 voluntários, com idades entre 27 e 103 anos. Todos completaram as escalas de sabedoria SD-WISE (San Diego Wisdom Scale) e a 3D-WS (3-Dimensional Wisdom Scale).

A SD-WISE inclui 24 itens relacionados a seis componentes definidos de sabedoria: Comportamentos pró-sociais (empatia e compaixão), regulação emocional, autorreflexão, aceitação da incerteza e diversidade de perspectivas, determinação e aconselhamento social. A 3D-WS contém 39 itens que abrangem três dimensões da sabedoria: cognitiva, afetiva ou compassiva/e reflexiva.

Sabedoria feminina e sabedoria masculina

Os pesquisadores descobriram que, no geral, as mulheres pontuam mais alto nos itens relacionados à compaixão e à autorreflexão, enquanto os homens pontuam mais nos itens relacionados à cognição e à regulação emocional.

De um modo geral, a pontuação total da 3-D-WS foi maior nas mulheres do que nos homens, mas não houve diferença de gênero na pontuação total na SD-WISE.

Tanto entre as mulheres quanto entre os homens, a sabedoria mostrou-se associada a maiores níveis de bem-estar mental, otimismo e resiliência, e níveis mais baixos de depressão e solidão.

"Nós queríamos obter informações sobre possíveis diferenças na sabedoria entre homens e mulheres que pudessem afetar o bem-estar," disse o professor Dilip Jeste, da Universidade da Califórnia em San Diego (EUA). "Descobrimos que mulheres e homens têm diferentes forças relativas em sabedoria, provavelmente impulsionadas por fatores socioculturais e biológicos."

Além de homens e mulheres

Os pesquisadores enfatizam que dá para melhorar o estudo, superando limitações dos experimentos feitos agora. Por exemplo, o estudo foi transversal e não longitudinal - em um estudo transversal, os fatores e seus efeitos são observados num mesmo momento histórico, enquanto no estudo longitudinal, esses fatores e efeitos são acompanhados ao longo do tempo.

Outra deficiência mais óbvia é que os pesquisadores não envolveram pessoas não-binárias, e nem perguntaram aos voluntários como eles se identificavam na questão do gênero - esse problema eles já devem solucionar em sua próxima pesquisa.

"Há ainda trabalho por ser feito, mas podemos pegar o que aprendemos e aplicá-lo em estudos futuros para tornar os resultados aplicáveis a diferentes grupos, com o objetivo final de promover vidas mais saudáveis," disse o professor Jeste.

Checagem com artigo científico:

Artigo: Women and Men Differ in Relative Strengths in Wisdom Profiles: A Study of 659 Adults Across the Lifespan
Autores: Emily B. H. Treichler, Barton W. Palmer, Tsung-Chin Wu, Michael L. Thomas, Xin M. Tu, Rebecca Daly, Ellen E. Lee, Dilip V. Jeste
Publicação: Frontiers in Psychology
DOI: 10.3389/fpsyg.2021.769294
Siga o Diário da Saúde no Google News

Ver mais notícias sobre os temas:

Sentimentos

Qualidade de Vida

Gênero

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2022 www.diariodasaude.com.br. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.