29/03/2020

Jogadores de videogame estão ajudando a desenvolver remédio contra covid-19

Redação do Diário da Saúde
Jogadores de videogame estão ajudando a desenvolver remédio contra covid-19
O desafio atual do FoldIt é projetar uma proteína que impeça que o sars-cov-2 infecte as células humanas e cause covid-19.
[Imagem: Foldit/Divulgação]

Videogame para cientistas cidadãos

Eles estão se divertindo jogando seus videogames, estão colaborando com a quarentena, estão fazendo seu trabalho voluntário e ainda estão dando duro para ajudar a encontrar tratamentos para combater o novo coronavírus e a covid-19.

E, ao fazer tudo isto simultaneamente, transformaram-se em "cientistas cidadãos", pessoas que colaboram com as pesquisas científicas, juntando esforços para fazer um trabalho que seria grande demais para os cientistas profissionais sozinhos e que demandaria eventualmente todos os supercomputadores da Terra.

Na nova tarefa proposta pelo jogo FoldIt, enquanto se divertem os jogadores estarão ajudando a projetar fármacos para combater o vírus sars-cov-2.

O nome do jogo, FoldIt - "dobre-o", em tradução livre - é uma referência ao processo de dobramento das proteínas. Descobrir como as proteínas dobram-se em formatos específicos é um dos maiores desafios para os cientistas que procuram desvendar os segredos do funcionamento do corpo humano e até mesmo da própria vida.

Neste caso, o objetivo é projetar proteínas que possam impedir que o novo coronavírus infecte as células humanas.

"Constatamos que a criatividade do esforço coletivo é realmente muito útil - se você pedir a 100 pessoas para fazer algo, elas o farão de 100 maneiras diferentes. Isso é realmente valioso para nós em problemas de projetar proteínas," disse o pesquisador Brian Koepnick, da Universidade de Washington (EUA).

Como dobrar uma proteína

Os aminoácidos, os tijolos com que são feitas as proteínas, unem-se para formar longas cadeias. Essas cadeias se juntam em estruturas 3D mais compactas - esse é o dobramento das proteínas, pelo qual elas atingem seu formato final. Os pesquisadores podem prever como uma cadeia pode se dobrar ou desdobrar para descobrir quais combinações de aminoácidos criam uma estrutura proteica específica.

Por sua vez, o vírus que causa a covid-19, assim como outros coronavírus, infectam as células através de uma proteína, conhecida como proteína arpão (spike), que funciona como uma ponta de lança, permitindo-o grudar nas células. Essa proteína funciona como um esporão que ancora o vírus nas células, permitindo que ele passe pela membrana celular e se multiplique no interior da célula.

A ideia é identificar uma proteína que se encaixe nesse esporão do coronavírus e interfira com sua ação, em última instância impedindo que o vírus grude nas células e cause a infecção - tem também havido esforços no sentido de encontrar uma proteína que possa servir como ferramenta universal para combater todos os vírus.

Jogadores de videogame estão ajudando a desenvolver remédio contra covid-19
Conforme tentam atingir o objetivo do jogo, os jogadores vão aperfeiçoando as proteínas de uma forma que nem os melhores algoritmos conseguem fazer.
[Imagem: Foldit/David Baker Lab]

Ganhar um Nobel sem sair de casa

O problema é que encontrar uma proteína perfeita para cada caso é uma tarefa descomunal, envolvendo um sem-número de combinações de aminoácidos e modos de dobramento - qualquer proteína pode ter centenas de aminoácidos ligados entre si, produzindo bilhões de configurações. É uma tarefa gigantesca, mesmo para os supercomputadores.

É aí que encontra o jogo FoldIt: Enquanto estão se divertindo, os jogadores estão na verdade testando inúmeras combinações e, além disso, podem ir aperfeiçoando-as conforme jogam porque o jogo as desafia a atender aos critérios que os cientistas colocaram para a proteína desejada.

"Descobrimos que os jogadores do Foldit podem realmente criar designs notáveis que se dobram conforme o previsto [em desafios anteriores]. Estamos muito animados para ver o que os jogadores do Foldit criarão para a covid-19," disse o professor David Baker, um dos criadores do jogo.

De fato, os resultados têm sido tão animadores que já houve até mesmo sugestões de que os cientistas cidadãos do projeto FoldIt fossem indicados para o Prêmio Nobel de Medicina.

O jogo de dobramento de proteínas FoldIt pode ser encontrado no endereço https://fold.it/.

Siga o Diário da Saúde no Google News

Ver mais notícias sobre os temas:

Softwares

Desenvolvimento de Medicamentos

Diversão

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2020 www.diariodasaude.com.br. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.