01/09/2021

Lesões no tendão podem ser curadas com eletroterapia, sem medicamentos

Redação do Diário da Saúde
Lesões no tendão podem ser curadas com eletroterapia, sem medicamentos
O dispositivo inclui material piezoelétrico, que gera energia. O detalhe mostra as fibras que compõem o material, vistas em microscópio eletrônico.
[Imagem: Manus Biggs/Marc Fernandez]

Estimulação elétrica

O simples ato de andar pode alimentar um dispositivo estimulador implantável que acelera o tratamento de doenças musculoesqueléticas, incluindo lesões graves de atletas.

Pesquisadores estabeleceram as bases de engenharia para uma nova gama de dispositivos estimuladores que permitem controlar a regeneração do tecido musculoesquelético para tratar lesões e doenças dos tendões e lesões esportivas, sem o uso de medicamentos ou estimulação externa.

Para isso, eles criaram um sistema estimulador elétrico que usa um material piezoelétrico - que produz eletricidade quando esticado ou colocado sob pressão mecânica. O material é feito usando um suporte de nanofibras que têm um milésimo da espessura de um fio de cabelo humano.

Conforme a pessoa anda, o dispositivo gera eletricidade que é dirigida especificamente ao local da lesão, estimulando e dirigindo o crescimento dos nervos danificados.

A estimulação elétrica, ou eletroterapia, tem sido largamente testada na recuperação de nervos e músculos, incluindo a recuperação de movimentos com implantes elétricos na espinha, mas a aplicação da eletricidade é delicada, geralmente exigindo equipamentos de laboratório ou técnicas cirúrgicas.

Com esta técnica, a estimulação é implantada no paciente quase como se fosse um curativo que não exige nem mesmo baterias, uma vez que o dispositivo implantável é alimentado pelo próprio movimento do corpo.

"Uma das partes mais interessantes do nosso estudo é que esses dispositivos implantáveis podem ser personalizados para pacientes ou distúrbios individuais e podem se mostrar promissores na aceleração do reparo de lesões de tendão relacionadas ao esporte, particularmente em atletas," disse o Dr. Manus Biggs, da Universidade Nacional da Irlanda.

Lesões no tendão podem ser curadas com eletroterapia, sem medicamentos
Esquema de aplicação do implante com eletroterapia para recuperação dos tendões.
[Imagem: Marc A. Fernandez-Yague et al. - 10.1002/adma.202008788]

Eletricidade para recupera o tendão

Os primeiros testes demonstraram que essa terapia elétrica, associada a exercícios, é promissora no tratamento de doenças ou rupturas do tendão. A função e o reparo das células do tendão podem ser controlados por meio da dosagem da estimulação elétrica aplicada ao nervo.

"Nossa descoberta mostra que uma carga elétrica é produzida na área alvo do tratamento - o tendão danificado ou ferido - quando o dispositivo implantado é esticado durante a caminhada. O que potencialmente vira o jogo aqui é algo como um interruptor de energia em uma célula - o estímulo elétrico liga os processos regenerativos específicos no tendão danificado," disse o Dr. Marc Fernandez, membro da equipe.

Checagem com artigo científico:

Artigo: A Self-Powered Piezo-Bioelectric Device Regulates Tendon Repair-Associated Signaling Pathways through Modulation of Mechanosensitive Ion Channels
Autores: Marc A. Fernandez-Yague, Alexandre Trotier, Secil Demir, Sunny Akogwu Abbah, Aitor Larrañaga, Arun Thirumaran, Aimee Stapleton, Syed A. M. Tofail, Matteo Palma, Michelle Kilcoyne, Abhay Pandit, Manus J. Biggs
Publicação: Advanced Materials
DOI: 10.1002/adma.202008788
Siga o Diário da Saúde no Google News

Ver mais notícias sobre os temas:

Terapias Alternativas

Sistema Nervoso

Acidentes

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2021 www.diariodasaude.com.br. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.